MUDA PICOS

Mobilização Muda Picos faz leitor refletir com Carta Cidadã

Jornalista 292   18/04/2011

A carta foi entregue à População no final da tarde da última sexta-feira

divulgação

clique para ver a foto em tamanho real

Cidade de Picos

“A Picos que temos é a Picos que queremos?”, é com essa pergunta que começa a Carta Cidadã da Mobilização Muda Picos. Logo na primeira parte o leitor é levado a questionar e refletir os problemas existentes na cidade. A carta foi entregue à População no final da tarde da última sexta-feira (15), em um trabalho conjunto dos participantes das entidades que assinavam.

A Mobilização Muda Picos, informou ao Jornalista 292 que o acesso da carta está disponível no blog oficial do movimento (www.mudapicos.blogspot.com). Assinam a carta, as entidades que coordenam a mobilização: As Igrejas, Rede de Educação Cidadã, FAMCC, Associações de Moradores de diversos bairros, UMP – União das Mulheres Picoenses e do STTR – Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, SINDSERM – Sindicato dos Servidores Municipais e do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), simpatizantes de todos os meios e entidades sociais.

Leia mais (AQUI)

Segue carta na íntegra:

A Picos que temos é a Picos que queremos?

Como é a cidade em que você sonha morar, trabalhar, estudar e educar seus filhos? Você acha que Picos, hoje, é a cidade ideal para se viver? Você acha que seus direitos de cidadania e dignidade são respeitados? A rua que você mora tem calçamento, iluminação pública e rede de saneamento básico? No seu bairro/comunidade há postos de saúde funcionando com qualidade, espaços de lazer, cultura e esporte para os jovens, coleta de lixo, creches e escolas públicas em ótimas condições? Se não há, saiba que as necessidades básicas de cidadania se constituem em DIREITOS de todo cidadão e cidadã, e OBRIGAÇÃO dos gestores públicos.

Queremos vencer a desordem, e anunciar aos quatro cantos da nossa cidade, que podemos viver com qualidade de vida e que podemos sim, conquistar a liberdade tão sonhada. Só depende de cada um de nós. E é esse desejo por mudança que vemos crescer a cada dia na nossa Cidade. Basta observarmos a popularização nas redes sociais pela juventude através da Onda Muda Picos, manifestações que ganham corpo nas ruas coordenadas pelas Igrejas, Rede de Educação Cidadã, FAMCC, Associações de Moradores de diversos bairros, UMP – União das Mulheres Picoenses e do STTR – Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, SINDSERM – Sindicato dos Servidores Municipais e do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), simpatizantes de todos os meios e entidades sociais. Desta forma, estamos obstinados a lutar e a fazer o que for preciso, para que a gestão pública mude sua forma de atuação, que assuma de fato o seu papel. Estamos prontos para assumir nosso compromisso enquanto sociedade civil organizada, fiscalizando, dialogando e nos manifestando da forma mais firme, quando necessário for, pela defesa dos direitos individuais, a liberdade de expressão, a transparência, a excelência da gestão pública municipal e o desenvolvimento sócio-econômico sustentável.  Essa é a forma adequada de construirmos uma Picos justa, e essa deve ser nossa bandeira de luta. Nosso dever como cidadãos e cristãos. O Muda Picos não é um movimento político partidário. Pretende ser um pacto entre cidadãos conscientes do que seja cidadania, racionalidade e coragem.

A cidade que queremos ainda é aquela, que há muito tempo, permanece silenciosa no coração de cada um e de cada uma, mas que agora, insiste em brotar, como semente fértil, no solo da nossa perseverança. Mesmo não assistidos, e nem muito pouco, respeitados, não esmoreceremos jamais, porque Picos é a nossa terra e essa é a nossa gente.  VENHA VOCÊ TAMBÉM! FAÇA PARTE DO MOVIMENTO E LUTE CONOSCO POR UMA CIDADE PARA TODOS, COM MAIS OPORTUNIADADES E MAIS JUSTIÇA SOCIAL.

 

© 2010 Jornalista 292— Todos os direitos reservados.