JUSTIÇA

Ex-prefeito de Lagoa do Sítio acusado de matar esposa é inocentado por júri popular

G1   12/06/2018

O G1 não conseguiu contato com a família da vítima. Prefeito foi indiciado pela polícia como autor do homicídio contra Gercineide Monteiro em fevereiro de 2015.

Gustavo Almeida/G1

clique para ver a foto em tamanho real

Prefeito foi inocentado em júri popular

 

O ex-prefeito José de Arimateia Rabelo, conhecido como Zé Simão (PT), foi inocentado pelo júri popular que desde a manhã de segunda-feira (11) acompanhava o julgamento do réu. Ela era acusado de ter matado a própria esposa, Gercineide Monteiro, de 34 anos, em 10 de fevereiro de 2015. O G1 não conseguiu contato com a família da vítima.

O resultado saiu na madrugada desta terça-feira (12) e, segundo o advogado de defesa, Nazareno Thé, o júri decidiu pela absolvição total do ex-prefeito. "A sociedade de Oeiras reconheceu que ele não tinha nenhuma relação com esse crime e ficou provado que ele é inocente", declarou.

O ex-prefeito, que ficou preso por três anos, foi posto em liberdade logo após a decisão. Agora, segundo o advogado, ele deve passar a morar em Teresina com os filhos de 12 e 15 anos.

Crime

Gercineide Monteiro morreu enquanto dormia em sua casa com um tiro no ouvido. A polícia chegou a acreditar que a morte se deu forma natural, mas exames realizados pelo Instituto Médico Legal (IML) em Teresina acusaram que a vítima foi assassinada.

As investigações da Polícia Civil apontavam que o crime havia sido cometido pelo marido da vítima, com a ajuda de Noêmia Maria da Silva, 43 anos, empregada do casal. Os dois foram presos no mesmo dia do crime e Noêmia foi solta meses depois.

 

© 2010 Jornalista 292— Todos os direitos reservados.