TERESINA

Escolas municipais iniciarão Novo Mais Educação com proposta pedagógica diferenciada

292   09/05/2017

O programa prioriza o acompanhamento pedagógico de língua portuguesa e matemática

Divulgação

clique para ver a foto em tamanho real

Escolas municipais iniciarão Novo Mais Educação com proposta pedagógica diferenciada

 

Reformulado e com novidades, o Programa Novo Mais Educação chega às escolas municipais de Teresina com a proposta de extensão do projeto pedagógico, não só ampliando o tempo de permanência dos estudantes na escola, mas auxiliando em habilidades necessárias na sala de aula, como leitura e raciocínio lógico.

Para orientar o início das atividades em mais de 100 escolas da capital, a Secretaria Municipal de Educação (Semec) reuniu diretores e gestores, destacando que todas as ações serão monitoradas por uma equipe técnica da secretaria. Segundo a coordenadora do programa no município, Jomaira Monte, o objetivo é garantir que as atividades tenham o resultado esperado. “O diferencial a partir deste ano é que todas as modalidades desenvolvidas nas escolas têm uma intencionalidade bem definida para melhorar o desempenho acadêmico dos estudantes. Estaremos acompanhando cada passo para garantir o sucesso”, afirma.

Em sua nova versão, o programa prioriza o acompanhamento pedagógico de língua portuguesa e matemática, também como estratégia para o cumprimento da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) no que diz respeito ao pleno domínio da leitura, da escrita e do cálculo. Para isso, a Prefeitura de Teresina aplicou testes de aptidão com os monitores indicados pelas unidades de ensino.

Também são modalidades do Novo Mais Educação atividades no campo das artes, cultura, lazer e esporte, como artesanato, dança, judô e teatro. “A ampliação da jornada escolar, principalmente priorizando a melhoria da aprendizagem das disciplinas, reforça o trabalho que estamos desenvolvimento de envolver todas as ações escolares em um objetivo, buscando os melhores resultados. Mais tempo na escola, mais aprendizado”, conclui Jomaira.

 

© 2010 Jornalista 292— Todos os direitos reservados.