Publicidade  - hONDA2

PIAUÍ

PI: mulher que sacava beneficio do pai que havia morrido tem pena aumentada

Ascom   23/01/2018

O Colegiado, acompanhando o voto da relatora, negou provimento à apelação da ré e deu provimento à apelação do MPF para reconhecer a continuidade delitiva e elevar a pena em dois terços.

 

O delito de estelionato praticado contra a Previdência Social, mediante a realização de saques depositados em favor de beneficiário já falecido, consuma-se a cada levantamento do benefício, caracterizando continuidade delitiva. Com base nesse entendimento, a 3ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) deu provimento à apelação do Ministério Público Federal (MPF) e negou provimento à apelação de uma mulher, que não teve a identidade revelada, que foi condenada à pena de um ano e quatro meses de reclusão pela prática de estelionato contra a Previdência Social.

Consta dos autos que a mulher recebeu indevidamente, por 30 meses, valores relativos ao benefício de amparo social destinado ao seu pai, induzindo e mantendo o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em erro, omitindo o falecimento do beneficiário. A sentença partiu da 1ª Vara da Seção Judiciária do Piauí, que condenou a ré à pena de um ano e quatro meses de reclusão pela prática do crime de estelionato tipificado no art. 171, § 3º, do Código Penal (CP).

O MPF apelou da sentença alegando que deve ser aplicada a causa de aumento da pena prevista no art. 71 do CP, referente ao crime continuado, pois a ré praticou o crime de estelionato majorado 30 vezes. Já a ré apelou alegando que agiu por estado de necessidade, porque o pai da acusada era o responsável pelo custeio das despesas da sua casa. A acusada argumentou ainda que o suposto prejuízo causado foi de R$ 11.730,27, valor inferior ao mínimo adotado pelo art. 1º, II, da Portaria MF n. 75/2012, onde é disposto que não será ajuizada execução fiscal de valor igual ou inferior a R$ 20 mil reais, requerendo o reconhecimento do princípio da insignificância.

A relatora do caso, desembargadora federal Mônica Sifuentes, esclareceu que a baixa renda não pode ser usada como motivo ou razão para o cometimento de delitos. “De acordo com o contexto probatório contido nos autos, a acusada tinha conhecimento da ilicitude do fato, de sorte que agiu de forma livre, deliberada e ciente da ilicitude da conduta”, afirmou a relatora.

A magistrada salientou ainda a jurisprudência dos tribunais quanto aos crimes de estelionato contra a Previdência Social, independentemente dos valores obtidos indevidamente pelo agente, é no sentido de que é impossível a aplicação do princípio da insignificância, pois o bem jurídico protegido é a sociedade como um todo e o patrimônio da coletividade dos trabalhadores, sendo certa a lesividade.

Quanto à apelação do MPF em relação à continuidade delitiva, a relatora ressaltou que o conjunto probatório nos autos permite concluir pela responsabilidade da ré. “A fraude, na espécie, foi praticada reiteradamente todos os meses, nas mesmas condições de tempo, lugar e maneira de execução, o que atrai a incidência do instituto da continuidade delitiva, previsto no artigo 71 do Código Penal”, finalizou a relatora.

O Colegiado, acompanhando o voto da relatora, negou provimento à apelação da ré e deu provimento à apelação do MPF para reconhecer a continuidade delitiva e elevar a pena em dois terços.

Comentar Enviar por e-mail Imprimir

Comentários:

Não há comentários para a matéria no momento.

Envie um comentário para a matéria.
Origem da mensagem: 54.224.11.137









Visual CAPTCHA


O JORNALISTA 292 não se responsabiliza pelas mensagens postadas como comentário das notícias, sendo estas de sua inteira responsabilidade, podendo, quando julgar algum comentário inadequado, inativá-lo ou excluí-lo de sua base de dados. Salvo confirmação de seus dados informados.

Mais Notícias:

:: Família de cantora gospel morre esmagada por carga de laranjas

:: Prefeitura empossa novos secretários

:: Ao lado de Mão Santa, Luciano Nunes cumpre agenda na região Norte

:: Polícia resgata três crianças e prende seis adultos em "boca de fumo" no Piauí

:: Dois homens morrem após confundirem veneno com cachaça em Teresina

:: TSE autoriza envio de tropas da Força Federal para Picos e mais 113 municípios do Piauí nas eleições

:: MP-PI e MPF pedem bloqueio de mais de R$ 1 milhão para pagar dívidas da Maternidade Evangelina Rosa

:: Golpistas clonam contas do Whatsapp e pedem dinheiro para contatos das vítimas no Piauí

:: Servidores da Eletrobras param atividades em protesto contra leilão

:: Empresário é baleado durante tentativa de assalto

:: Em nota, a Prefeitura confirma licitação R$143 mil que vai realizar no dia 3 de agosto

:: Prefeitura de Picos quer gastar R$ 143 mil em hospedagem

:: Mais de 200 mil pacientes dos planos Iaspi e Plamta continuam sem atendimentos por falta de repasses

:: Partido articula visita de Jair Bolsonaro ao Piauí

:: Reunião do PT tem clima tenso e acaba em briga com troca de socos

+ Geral

ACIDENTE

Família de cantora gospel morre esmagada por carga de laranjas

10.08.2018

O motorista do caminhão apresentou ferimentos leves e foi encaminhado à delegacia

Política

Prefeitura empossa novos secretários

10.08.2018

As pastas que receberam novos gestores foram; Secretaria Municipal de Saúde e Secretaria Municipal de Serviços Públicos

PIAUÍ

MP-PI e MPF pedem bloqueio de mais de R$ 1 milhão para pagar dívidas da Maternidade Evangelina Rosa

08.08.2018

Segundo os órgãos, as despesas da unidade de saúde contribuem para as deficiências que o local enfrenta e põe em risco a vida de mães e recém-nascidos.

PIAUÍ

Servidores da Eletrobras param atividades em protesto contra leilão

25.07.2018

Atualmente, o quadro da distribuidora no Piauí conta com mais de 2 mil trabalhadores. Leilão da Eletrobras está marcado para amanhã.

PICOS

Em nota, a Prefeitura confirma licitação R$143 mil que vai realizar no dia 3 de agosto

25.07.2018

Hospedagem com alimentação para acomodar os convidados que participam dos eventos promovidos por esta Administração

PICOS

Prefeitura de Picos quer gastar R$ 143 mil em hospedagem

24.07.2018

Ao final do uso do serviço, quase 2 mil pessoas serão hospedadas, com café da manhã incluso.

INTERNET PARA TODOS

Kassab: União será a segunda cidade brasileira a receber sinal de internet de satélite brasileiro

24.07.2018

Ministro Kassab ativa sinal de internet via satélite no Piauí

Avião com Teló

Avião com Teló pousa forçado para não bater em outro

24.07.2018

Teló contou que o seu voo teve de fazer um pouso forçado para evitar a colisão

LUTO

Velório do cantor Cizinho é marcado por tristeza e homenagens de colegas

24.07.2018

Vocalista da banda Forró Bandido, Cizinho faleceu na noite de segunda-feira (23) vítima de parada cardiorrespiratória. Velório aconteceu na manhã de terça-feira (24), no Centro de Teresina.

PIAUÍ

No Piauí, 105 prefeituras devem mais de R$ 30 milhões em conta de luz

24.07.2018

O dinheiro poderia ser investido em melhorias no sistema elétrico, diz distribuidora.

ESPECIAIS

Editorial

Na política, padres encontram escândalos, processos e cadeia no Piauí

15.07.2018

Mas estes casos mostram, antes de tudo, que os padres precisam fazer menos política e rezar mais.

publicidade Casa do Automóvel
piauieletro apaas eco Dr Wesley6 Moreno Calçados 1 Alberto Lotação e Turismo4 piauishopping4 Williamns Lopes5 Bio Casa do Automóvel honda6

JORNALISTA 292

Todos os artigos publicados, neste web site, são de inteira responsabilidade de seus autores, não refletindo obrigatoriamente a opinião do J292.

Desenvolvido por: Aroldo Santos – Soluções Web.