Publicidade  - Shopping

ARTIGO

Governo também sai do procedimento-padrão

Zózimo Tavares   28/12/2017

Faltou pulso. Já virou rotina .O governo cala

 

O corpo da menina Émile Caetano Costa, de 9 anos, assassinada por policiais militares, durante uma abordagem desastrosa, em Teresina, foi sepultamento ontem em Timon, em clima de comoção. Para todos que aompanhavam o sepultamento, era inacreditável que a inocente criança tivesse sido morta crivada de bala e pela polícia.

O pai dela, Evandro da Silva Costa, 31 anos permanece internado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), com uma bala alojada na cabeça. A mãe dela, Daiane Félix Caetano, 26 anos, foi atingida no braço, de raspão, e já recebeu alta. O bebê de oito meses que estava em seu colo escapou milagrosamente.

Os PMs envolvidos na ocorrência são do 5° Batalhão da Polícia Militar, responsável pelo policiamento na zona Leste da Capital. São eles: Francisco Venício Alves (cabo F. Alves) e Aldo Barbosa Dornel (soldado Dornel). Os dois militares foram autuados pela Corregedoria da PM e estão no Presídio Militar, onde ficarão à disposição da Justiça.

Faltou pulso

Em qualquer país civilizado, no entanto, todos os que, direta ou indiretamente, tivessem responsabilidade por essa tragédia já teriam sido afastados das funções.

A punição não pode ser, apenas, para os que estão diretamente envolvidos no crime, mas também para os que comandam, orientam, instruem e supervisionam as ações dos seus comandados.

Aliás, não se trata de um fato isolado. Há poucos dias, no início de novembro, na Vila Irmã Dulce, uma família também foi perseguida pela polícia e só não houve morte também por um milagre.

Seis pessoas e um bebê de 8 meses estavam em uma caminhonete quando se assustaram com os tiros disparados de uma viatura. Três pessoas ficaram feridas, entre elas, a mãe da criança.

Já virou rotina

As autoridades não podem continuar recebendo estes e outros casos do gênero como fatalidade. Nem abrandá-los com a desculpa de que a polícia trabalha muito, que prende muito.

Sim, trabalha! E prende muito também. E seu trabalho é difícil. Quanto a isso, não há questionamento. Mas deve trabalhar certo, afinal se trata do braço armado do estado.

Está evidente que existe um erro na formação dos policiais. Ou eles simplesmente são bandidos usando a farda da PM.

Existe uma sucessão de erros terríveis e graves em muito pouco tempo. Agora, uma família foi humilhada e destroçada por PMS; há poucos dias, num assalto a uma agência do Banco do Nordeste, em Teresina, sumiram R$300 mil dos R$700 mil que estavam nas mãos de policiais que prenderam um dos bandidos com sacolas de dinheiro.

Nem cito o assassinato frio, brutal e covarde de uma jovem universitária por um oficial da PM, pois não se trata de uma ação da polícia, mas de um caso pessoal e passional. Mas sem dúvida ele também mancha a reputação da corporação.

Em resumo, nessas operações citadas, os policiais se desviaram do procedimento-padrão. As autoridades também, na medida em que não adotam rigorosamente o que está previsto no manual para estes casos – o afastamento de todos!

O governo cala

O Governo do Estado nada disse sobre o caso. Nenhum pronunciamento, nenhuma nota de solidariedade. Talvez porque se trate de uma família modesta e porque não queira reconhecer o grave erro que resultou em crime.

Ontem, o secretário de Segurança, Fábio Abreu, ao comentar o episódio, em entrevista à imprensa local, afirmou que a população precisa estar consciente de que qualquer reação a esse tipo de abordagem policial pode gerar a possibilidade de um evento como o que ocorreu na noite de segunda-feira.

Ora, se não tinha uma palavra de conforto para a família da vítima, se não se comove com a sua dor e se não tem qualquer satisfação a dar à sociedade,  o secretário de Segurança faria melhor se continuasse recolhido ao seu silêncio. Seria mais consequente do que procurar transferir para as víimas a responsabilidade da tragédia!

Comentar Enviar por e-mail Imprimir

Comentários:

Não há comentários para a matéria no momento.

Envie um comentário para a matéria.
Origem da mensagem: 54.198.142.121









Visual CAPTCHA


O JORNALISTA 292 não se responsabiliza pelas mensagens postadas como comentário das notícias, sendo estas de sua inteira responsabilidade, podendo, quando julgar algum comentário inadequado, inativá-lo ou excluí-lo de sua base de dados. Salvo confirmação de seus dados informados.

Mais Notícias:

:: Ciro Nogueira declara que não quer sua imagem ligada ao Pe. Walmir Lima

:: Um desastre chamado Padre Walmir

:: À Lanterna Será Uma das Atrações do Aniversário do Jornalista 292

:: Palestra “transforme sua mente e melhore seu relacionamento” será realizada em Picos

:: Giuliana Albano canta em Picos dia 6 de Setembro

:: Família de cantora gospel morre esmagada por carga de laranjas

:: Prefeitura empossa novos secretários

:: Ao lado de Mão Santa, Luciano Nunes cumpre agenda na região Norte

:: Polícia resgata três crianças e prende seis adultos em "boca de fumo" no Piauí

:: Dois homens morrem após confundirem veneno com cachaça em Teresina

:: TSE autoriza envio de tropas da Força Federal para Picos e mais 113 municípios do Piauí nas eleições

:: MP-PI e MPF pedem bloqueio de mais de R$ 1 milhão para pagar dívidas da Maternidade Evangelina Rosa

:: Golpistas clonam contas do Whatsapp e pedem dinheiro para contatos das vítimas no Piauí

:: Servidores da Eletrobras param atividades em protesto contra leilão

:: Empresário é baleado durante tentativa de assalto

+ Editorial

Picos

Um desastre chamado Padre Walmir

18.09.2018

Citando o nome de lideranças locais como Gil Paraibano e Zé Neri, o senador alegou que o prefeito não tem condições de representar o povo

ARTIGO

Na política, padres encontram escândalos, processos e cadeia no Piauí

15.07.2018

Mas estes casos mostram, antes de tudo, que os padres precisam fazer menos política e rezar mais.

Política

O festival da mamata assola o país

12.07.2018

Câmara, Senado e STF aproveitam o intervalo entre Copa e eleição para praticar o esporte favorito de Brasília: criar privilégios para poucos, pagos com o dinheiro de todos nós

ARTIGO

Quem ganha com a desmoralização da Justiça?

10.07.2018

A sua presidente, a ministra Cármen Lúcia, se limitou a emitir uma nota xoxa e não tomou qualquer decisão.

ARTIGO

Vergonha alheia: de tão banal, a corrupção já não escandaliza

05.07.2018

Infelizmente, no Brasil, as pessoas se acostumaram com os escândalos

ARTIGO

Campanha para baixar imposto dos combustíveis começa com erros

31.05.2018

E o Governo do Estado já avisou que não baixa o imposto dos combustíveis nem que a vaca tussa.

ARTIGO

Uma nova farra de criação de municípios

22.05.2018

E, no final, todos os brasileiros pagam mais essa conta

ARTIGO

E a Barragem de Castelo, ó!

16.04.2018

Continuou o mesmo verão de promessa e seguiu-se um apagão. Ninguém mais falou no assunto

ARTIGO

Entre o bom senso e a loucura

06.04.2018

Lula tem mais é que se entregar

ARTIGO

Deputado sem mordomia e com salário baixo

21.03.2018

Essas regalias e tantas outras mordomias concedidas de mão beijada aos parlamentares brasileiros já estão tão naturalizadas que ninguém mais estranha.

ESPECIAIS

Editorial

Um desastre chamado Padre Walmir

18.09.2018

Citando o nome de lideranças locais como Gil Paraibano e Zé Neri, o senador alegou que o prefeito não tem condições de representar o povo

publicidade piauishopping7
Williamns Lopes5 Bio honda6 Casa do Automóvel eco apaas Moreno Calçados 1 piauieletro Alberto Lotação e Turismo4 Dr Wesley6 piauishopping4

JORNALISTA 292

Todos os artigos publicados, neste web site, são de inteira responsabilidade de seus autores, não refletindo obrigatoriamente a opinião do J292.

Desenvolvido por: Aroldo Santos – Soluções Web.