Publicidade  - fotomarques

PICOS

Reabilitação melhora qualidade de vida de portadores de síndrome de Down

Jessika Mayara   24/11/2017

Jessika Mayara

clique para ver a foto em tamanho real

Reabilitação melhora qualidade de vida de portadores de síndrome de Down

A Associação Piauiense de Atenção e Assistência em Saúde (APAAS) oferece reabilitação a portadores da doença

 

A síndrome de Down é causada pela presença de três cromossomos 21 em todas ou na maior parte das células de um indivíduo. Isso ocorre na hora da concepção de uma criança. As pessoas com síndrome de Down, ou trissomia do cromossomo 21, têm 47 cromossomos em suas células em vez de 46, como a maior parte da população.

No dia 21 de março, é comemorado em todo o mundo o Dia da Síndrome de Down. A data faz alusão aos três cromossomos no par de número 21, característico das pessoas portadoras da síndrome e tem o objetivo de chamar atenção para a luta dos familiares e amigos pela efetivação dos direitos e da inclusão dos portadores de Down na sociedade.

Os motivos para a ocorrência da mutação genética ainda são desconhecidos, mas o que sabe é que começa na gestação, quando as células do embrião são formadas de 47 cromossomos, ao invés de 46. A data

As crianças portadoras da síndrome necessitam de estímulo precoce e tempo de desenvolvimento. O tratamento físico e intelectual pode proporcionar a melhoria na qualidade de vida e dar a elas mais capacidade para enfrentar os obstáculos e desafios do dia a dia.

A Associação Piauiense de Atenção e Assistência em Saúde (APAAS) oferece reabilitação gratuita aos portadores da síndrome, com vários profissionais aptos a realizar essa reabilitação como fisioterapeutas, psicólogos, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, educadores e a própria família. Como expressou a terapeuta ocupacional, Luciana Martins.

“A síndrome vem acompanhada de algumas características físicas e os portadores possuem algumas limitações. Essas pessoas precisam de estímulos desde os primeiros meses de vida, quanto mais cedo se inicie o tratamento, mais rápido irá ser constatado o desenvolvimento. Antes essas crianças não frequentavam as escolas por receio e superproteção dos pais, a inclusão vem favorecer o sentido de garantir o desenvolvimento das mesmas, dentro de suas limitações. A família precisa acreditar no potencial do portador de Down e investir, ela é parte fundamental do desenvolvimento”, disse Luciana.

Terapia ocupacional

A terapia ocupacional trabalha com a estimulação precoce desde os primeiros meses de vida das crianças portadoras da síndrome.

“Realizamos a estimulação sensorial. Trabalhamos o brincar, o sentar e todos os demais aspectos de atraso cognitivo existentes no paciente. Em caso de crianças maiores iremos estimular a parte cognitiva através de jogos e atividades corporais”, disse Luciana.

A terapia também trabalha as atividades da vida diária, em que o paciente possui dificuldades, ensinando algumas atividades que ele não aprendeu sozinho.

Fonoaudiologia

Os portadores da síndrome possuem limitações na comunicação, onde o fonoaudiólogo atua na parte da linguagem.

“A síndrome não é uma doença, é uma condição de vida. O que achamos mais importante na reabilitação é o diagnóstico precoce que pode ser feito desde o quinto mês de gestação, através da ultrassonografia morfológica. Geralmente essas crianças apresentam uma alteração miofuncional e orofacial. Trabalhamos a motricidade facial com o alongamento de língua, lábio, bochecha e palato”, disse o fonoaudiólogo Jansen Anderson.

Fisioterapeuta

Uma das principais características da síndrome no âmbito da fisioterapia é a hipotonia muscular, onde os bebês nascem com o corpo mole sendo comum o afrouxamento dos ligamentos das articulações.

“Ajudamos no processo de desenvolvimento da criança em todos os aspectos. É importante começar o tratamento o mais cedo possível algumas das manobras que realizamos diz respeito a mudança de decúbito, exercícios respiratórios, balanço, entre outras ações”, disse a fisioterapeuta Mariana Leopoldo.

No caso de pacientes adultos ou crianças maiores o objetivo do tratamento é diferente, uma vez que eles já possuem equilibro de tronco e já andam. Nesse caso a reabilitação estimula o tônus muscular e a resistência cardiopulmonar.

 

Comentar Enviar por e-mail Imprimir

Comentários:

Não há comentários para a matéria no momento.

Envie um comentário para a matéria.
Origem da mensagem: 54.82.29.141









Visual CAPTCHA


O JORNALISTA 292 não se responsabiliza pelas mensagens postadas como comentário das notícias, sendo estas de sua inteira responsabilidade, podendo, quando julgar algum comentário inadequado, inativá-lo ou excluí-lo de sua base de dados. Salvo confirmação de seus dados informados.

Mais Notícias:

:: Aluna do PI nota mil na redação do Enem 2017 diz que "não era seu ponto forte"

:: Cabo do Exército que atirou em folião é investigado por três crimes

:: Tarifas de táxi e mototáxi são discutidas em reunião entre Conselho e Strans

:: Restaurantes são estimulados a entrar no clima carnavalesco

:: Prefeitura de Teresina vai ampliar o projeto Dançando na Praça

:: Senar abre inscrições para curso técnico gratuito no Piauí

:: Baile define Rei e Rainha da Acessibilidade do Carnaval 2018

:: Prefeito de Picos não vai suspender aumento da taxa de iluminação

:: Médico do Piauí receita diminuir uso de celular para tratar anemia de criança

:: Caso de babá psicopata é verdadeiro, mas ocorreu há dois anos

:: Policiais serão proibidos de entrar armados em prévias carnavalescas

:: MP ingressa com ação por ato de improbidade administrativa

:: Governo do PI flagra 9700 servidores recebendo mais de um contracheque

:: Agentes da Strans paralisam por 48 horas e fiscalizações estão prejudicas

:: PF faz operação "Curriculum" na Uespi e investiga desvio de recursos

+ Bem-Estar

PIAUÍ

Médico do Piauí receita diminuir uso de celular para tratar anemia de criança

17.01.2018

A mãe diz que achou “muito interessante” a recomendação do médico

SAÚDE

Teresina não é área de risco para Febre Amarela, esclarece FMS

17.01.2018

Mosquito Aedes aegypti também pode transmitir a doença

PIAUÍ

Terceirizados denunciam salários atrasados em hospital estadual do PI

14.12.2017

Funcionários afirmaram que atraso é de 3 meses. Empresa confirma atraso e disse depender de repasses. Governo não se manifestou.

SAÚDE

Procuradoria denuncia falta de cirurgias para pacientes neurológicos

13.12.2017

Ministério Público Federal cobrou solução para reduzir fila de pacientes que precisam de cirurgias neurológicas, que somam mais de 300 pacientes.

PIAUÍ

Pacientes reclamam de atraso de medicação especial no Piauí

13.12.2017

No Piauí, 400 pacientes estão cadastrados para receberem a somatropina, uma demanda de 11 mil doses mensais

SAÚDE

Três cidades no Piauí têm risco de surto de dengue, chikungunya e zika

29.11.2017

No Estado, há ainda 37 cidades que não enviaram os dados para a pesquisa e ficarão sem a verba para o combate ao mosquito.

PICOS

Diocese de Picos institui a Pastoral da Saúde

24.11.2017

A Pastoral da Saúde realizará visita ao Hospital Regional todas as segundas, quintas e domingos, das 16h às 17h.

SAÚDE

Prefeito Firmino Filho entrega cinco novas ambulâncias para o SAMU

24.11.2017

Solenidade contou com a presença do senador Ciro Nogueira. Veículos foram doados pelo Ministério da Saúde

SAÚDE

Evangelina Rosa | Vereadora denuncia morte de bebês por falta de energia

25.10.2017

Segundo Teresa Britto, informação foi repassada por funcionária da maternidade, e pede apuração do caso

FMS - DIAGNÓSTICO DA HANSENÍANSE

Ministério da Saúde treina mais de 100 Equipes de Saúde da Família em Teresina

24.10.2017

Haverá capacitação dos profissionais médicos e enfermeiros e atividades de busca ativa de pessoas com mancha de hanseníase

ESPECIAIS

Editorial

Sucessão de erros resultou em tragédia

12.01.2018

Eita Piauí que não toma jeito!

publicidade livio5
MARA4 Moreno Calçados 1 Bio Alberto Lotação e Turismo4 Dr Wesley6 Casa do Automóvel honda6 joyce5 Mahogany eco PROCORDIS 2 paoecafe9

JORNALISTA 292

Todos os artigos publicados, neste web site, são de inteira responsabilidade de seus autores, não refletindo obrigatoriamente a opinião do J292.

Desenvolvido por: Aroldo Santos – Soluções Web.