Publicidade  - Alberto Lotação e Turismo7

ARTIGO

Governo joga na conta da crise o peso da folha dos aposentados e pensionistas

Zózimo Tavares   24/10/2017

Com o drama feito pelo por ele, mais uma conversa de pé de ouvido com os seus deputados, no final dessa história o governo vai aprovar sem dificuldade o pacote de aumento de impostos e manter a gastança, até para garantir a reeleição.

 

Em um novo lance, o governador Wellington Dias reafirma a sua condição de craque, não dentro das quatro linhas, mas no campo da política. Ele mandou projeto de lei para a Assembleia Legislativa aumentando impostos.

Diante da reação dos empresários e do recuo dos deputados para aprovar a matéria, o governador resolveu dramatizar.  Às pressas, disse que o Piauí caminha para o colapso financeiro. Como a situação é dramática em vários Estados, ninguém se arriscou a duvidar que ela possa chegar também ao Piauí.

Para dar ainda mais ênfase à sua jogada, o governador mandou suspender os empenhos e, portanto, os pagamentos aos prestadores de serviço e fornecedores do Estado. 

Com o drama feito pelo por ele, mais uma conversa de pé de ouvido com os seus deputados, no final dessa história o governo vai aprovar sem dificuldade o pacote de aumento de impostos e manter a gastança, até para garantir a reeleição.

Na conta dos aposentados

Ao mesmo tempo, o governo joga na conta da crise o peso da folha dos aposentados e pensionistas. Já nem lembra que, no início de seu mandato, o Tribunal de Contas do Estado lhe deu de mão beijada a condição de tirar os inativos e pensionistas dos cálculos da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Nunca antes outro governador conseguiu tal deferência do TCE. A medida, que deu um significativo alívio ao governo, teria sido acertada se adotada para fins de reforma e contenção de gastos, jamais como forma de criar uma brecha para gastar mais.

O resultado é que, mesmo sem os inativos e pensionistas no cálculo da LRF, o Piauí vive hoje a mesma situação do início de 2015, com o limite prudencial estourado. 

Não há milagre para se alcançar o sucesso na administração pública. A receita é velha e conhecida de todos: o equilíbrio dos gastos. E isso só se consegue com responsabilidade fiscal.

Estaca zero

Ora, vive-se a era da escassez. Nela o bom gestor é aquele que otimiza seus recursos e que apresenta resultados, ainda que sua margem para investimento seja pequena. Em resumo, o político precisa entender que se faz boa política à medida que se administra bem.

Assim sendo, criação de secretarias, de órgãos em superposição, cargos de confiança em excesso, contratação excessiva de terceirizados e má priorização de obras e serviços, além de só enxergar capacidade de envidar ao invés de buscar meios para pagar o que já deve, pode até não levar ao fim do fim, mas arrasta os serviços públicos e a população, por algum ou muito tempo, ao começo do fim. E, depois de muito tempo, com muito remédio amargo, à estaca zero, ao início de tudo, o começo do começo.

O Piauí já viu esse filme e, com certeza, não pretende assisti-lo e vivê-lo outra vez.

Comentar Enviar por e-mail Imprimir

Comentários:

Não há comentários para a matéria no momento.

Envie um comentário para a matéria.
Origem da mensagem: 54.81.254.212









Visual CAPTCHA


O JORNALISTA 292 não se responsabiliza pelas mensagens postadas como comentário das notícias, sendo estas de sua inteira responsabilidade, podendo, quando julgar algum comentário inadequado, inativá-lo ou excluí-lo de sua base de dados. Salvo confirmação de seus dados informados.

Mais Notícias:

:: Funcionário da Eletrobras é preso por furto de energia; casa tinha três condicionadores de ar

:: Turista morre ao cair de brinquedo no Beach Park, na Grande Fortaleza

:: Trabalhadores da educação pública do Piauí decidem manter greve

:: Hospitais confirmam que 200 mil servidores ficam sem atendimento do Plamta

:: Jovem alérgico morre após sofrer picadas de abelhas

:: Operação Call Center: polícia indicia 21 suspeitos de aplicar golpes em compra e venda de veículos na internet

:: Catedral a 750 m da Delegacia Geral é invadida por assaltantes

:: Na política, padres encontram escândalos, processos e cadeia no Piauí

:: Lideranças do PRB articulam chapa com Dr. Pessoa governador e Frank Aguiar no Senado

:: Detento é morto após sofrer perfurações durante banho de sol

:: Irmão de ex-governador Wilson Martins morre aos 71 anos com câncer

:: Luciano denuncia desvio de 100 milhões de reais da obra da Transcerrados

:: Vereador Chaguinha denuncia Comissão de Licitação ao Ministério Público

:: O festival da mamata assola o país

:: Assembleia aprova LDO 2019 e recesso inicia quarta-feira

+ Editorial

ARTIGO

Na política, padres encontram escândalos, processos e cadeia no Piauí

15.07.2018

Mas estes casos mostram, antes de tudo, que os padres precisam fazer menos política e rezar mais.

Política

O festival da mamata assola o país

12.07.2018

Câmara, Senado e STF aproveitam o intervalo entre Copa e eleição para praticar o esporte favorito de Brasília: criar privilégios para poucos, pagos com o dinheiro de todos nós

ARTIGO

Quem ganha com a desmoralização da Justiça?

10.07.2018

A sua presidente, a ministra Cármen Lúcia, se limitou a emitir uma nota xoxa e não tomou qualquer decisão.

ARTIGO

Vergonha alheia: de tão banal, a corrupção já não escandaliza

05.07.2018

Infelizmente, no Brasil, as pessoas se acostumaram com os escândalos

ARTIGO

PT do Piauí faz jogo profissional

07.06.2018

Se os aliados fazem tanta questão da aliança com o PT para a eleição de deputado, o partido pode até ceder, desde que os aliados não briguem

ARTIGO

Campanha para baixar imposto dos combustíveis começa com erros

31.05.2018

E o Governo do Estado já avisou que não baixa o imposto dos combustíveis nem que a vaca tussa.

ARTIGO

Uma nova farra de criação de municípios

22.05.2018

E, no final, todos os brasileiros pagam mais essa conta

ARTIGO

E a Barragem de Castelo, ó!

16.04.2018

Continuou o mesmo verão de promessa e seguiu-se um apagão. Ninguém mais falou no assunto

ARTIGO

Dilma mete Wellington Dias em saia justa

10.04.2018

A mágoa de Dilma era também a mesma de boa parte do PT até pouco tempo.

ARTIGO

Entre o bom senso e a loucura

06.04.2018

Lula tem mais é que se entregar

ESPECIAIS

Editorial

Na política, padres encontram escândalos, processos e cadeia no Piauí

15.07.2018

Mas estes casos mostram, antes de tudo, que os padres precisam fazer menos política e rezar mais.

publicidade piauieletro
eco apaas Williamns Lopes5 Moreno Calçados 1 Casa do Automóvel Alberto Lotação e Turismo4 Bio piauieletro Dr Wesley6 honda6

JORNALISTA 292

Todos os artigos publicados, neste web site, são de inteira responsabilidade de seus autores, não refletindo obrigatoriamente a opinião do J292.

Desenvolvido por: Aroldo Santos – Soluções Web.