Publicidade  - fotomarques2

ARTIGO

Governo joga na conta da crise o peso da folha dos aposentados e pensionistas

Zózimo Tavares   24/10/2017

Com o drama feito pelo por ele, mais uma conversa de pé de ouvido com os seus deputados, no final dessa história o governo vai aprovar sem dificuldade o pacote de aumento de impostos e manter a gastança, até para garantir a reeleição.

 

Em um novo lance, o governador Wellington Dias reafirma a sua condição de craque, não dentro das quatro linhas, mas no campo da política. Ele mandou projeto de lei para a Assembleia Legislativa aumentando impostos.

Diante da reação dos empresários e do recuo dos deputados para aprovar a matéria, o governador resolveu dramatizar.  Às pressas, disse que o Piauí caminha para o colapso financeiro. Como a situação é dramática em vários Estados, ninguém se arriscou a duvidar que ela possa chegar também ao Piauí.

Para dar ainda mais ênfase à sua jogada, o governador mandou suspender os empenhos e, portanto, os pagamentos aos prestadores de serviço e fornecedores do Estado. 

Com o drama feito pelo por ele, mais uma conversa de pé de ouvido com os seus deputados, no final dessa história o governo vai aprovar sem dificuldade o pacote de aumento de impostos e manter a gastança, até para garantir a reeleição.

Na conta dos aposentados

Ao mesmo tempo, o governo joga na conta da crise o peso da folha dos aposentados e pensionistas. Já nem lembra que, no início de seu mandato, o Tribunal de Contas do Estado lhe deu de mão beijada a condição de tirar os inativos e pensionistas dos cálculos da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Nunca antes outro governador conseguiu tal deferência do TCE. A medida, que deu um significativo alívio ao governo, teria sido acertada se adotada para fins de reforma e contenção de gastos, jamais como forma de criar uma brecha para gastar mais.

O resultado é que, mesmo sem os inativos e pensionistas no cálculo da LRF, o Piauí vive hoje a mesma situação do início de 2015, com o limite prudencial estourado. 

Não há milagre para se alcançar o sucesso na administração pública. A receita é velha e conhecida de todos: o equilíbrio dos gastos. E isso só se consegue com responsabilidade fiscal.

Estaca zero

Ora, vive-se a era da escassez. Nela o bom gestor é aquele que otimiza seus recursos e que apresenta resultados, ainda que sua margem para investimento seja pequena. Em resumo, o político precisa entender que se faz boa política à medida que se administra bem.

Assim sendo, criação de secretarias, de órgãos em superposição, cargos de confiança em excesso, contratação excessiva de terceirizados e má priorização de obras e serviços, além de só enxergar capacidade de envidar ao invés de buscar meios para pagar o que já deve, pode até não levar ao fim do fim, mas arrasta os serviços públicos e a população, por algum ou muito tempo, ao começo do fim. E, depois de muito tempo, com muito remédio amargo, à estaca zero, ao início de tudo, o começo do começo.

O Piauí já viu esse filme e, com certeza, não pretende assisti-lo e vivê-lo outra vez.

Comentar Enviar por e-mail Imprimir

Comentários:

Não há comentários para a matéria no momento.

Envie um comentário para a matéria.
Origem da mensagem: 54.161.116.225









Visual CAPTCHA


O JORNALISTA 292 não se responsabiliza pelas mensagens postadas como comentário das notícias, sendo estas de sua inteira responsabilidade, podendo, quando julgar algum comentário inadequado, inativá-lo ou excluí-lo de sua base de dados. Salvo confirmação de seus dados informados.

Mais Notícias:

:: Motorista de aplicativo tem carro alvejado a tiros ao deixar passageira na zona Sul

:: MP e PRF cumprem mandado de busca e apreensão na casa de prefeito de Cocal

:: Alargamento da BR-135 "derrete" com a primeira chuva

:: Neto ameaça agredir e beber sangue de avó no interior do Piauí

:: Marden Menzes relata na tribuna denuncia de policiais

:: Polícia prende dupla em Teresina após encontrar áudio com confissão de assalto

:: Padre Walmir exonera Coordenador da Defesa Civil Oliveiro Luz

:: Prefeitura de Picos arrecada mais de R$ 1,1 milhão com a Taxa de Iluminação Púbica nos meses de agosto e setembro

:: Suspeito posta foto dentro de carro roubado nas redes sociais e é reconhecido pelas vítimas

:: Vítima cai no golpe da Nota Piauiense e transfere R$ 5,5 mil para bandidos

:: Homem é baleado na frente de crianças em assalto

:: Viaturas das Polícias do Piauí podem parar por falta de combustível

:: Corpo de homem com hematomas é encontrado na Zona Rural

:: Por falta de gasolina, IML demora mais de 12 horas para recolher corpo em Teresina

:: 15 promotores são transferidos de comarcas por merecimento e antiguidade

+ Editorial

ARTIGO

Caciques massacrados nas urnas

09.10.2018

A lista é encabeçada pela ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Ela liderou todas as pesquisas de intenção de voto para o Senado, mas acabou em quarto lugar no resultado oficial do TSE.

Picos

Um desastre chamado Padre Walmir

18.09.2018

Citando o nome de lideranças locais como Gil Paraibano e Zé Neri, o senador alegou que o prefeito não tem condições de representar o povo

ARTIGO

Na política, padres encontram escândalos, processos e cadeia no Piauí

15.07.2018

Mas estes casos mostram, antes de tudo, que os padres precisam fazer menos política e rezar mais.

Política

O festival da mamata assola o país

12.07.2018

Câmara, Senado e STF aproveitam o intervalo entre Copa e eleição para praticar o esporte favorito de Brasília: criar privilégios para poucos, pagos com o dinheiro de todos nós

ARTIGO

Quem ganha com a desmoralização da Justiça?

10.07.2018

A sua presidente, a ministra Cármen Lúcia, se limitou a emitir uma nota xoxa e não tomou qualquer decisão.

ARTIGO

Vergonha alheia: de tão banal, a corrupção já não escandaliza

05.07.2018

Infelizmente, no Brasil, as pessoas se acostumaram com os escândalos

ARTIGO

Campanha para baixar imposto dos combustíveis começa com erros

31.05.2018

E o Governo do Estado já avisou que não baixa o imposto dos combustíveis nem que a vaca tussa.

ARTIGO

Uma nova farra de criação de municípios

22.05.2018

E, no final, todos os brasileiros pagam mais essa conta

ARTIGO

E a Barragem de Castelo, ó!

16.04.2018

Continuou o mesmo verão de promessa e seguiu-se um apagão. Ninguém mais falou no assunto

ARTIGO

Entre o bom senso e a loucura

06.04.2018

Lula tem mais é que se entregar

ESPECIAIS

Editorial

Caciques massacrados nas urnas

09.10.2018

A lista é encabeçada pela ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Ela liderou todas as pesquisas de intenção de voto para o Senado, mas acabou em quarto lugar no resultado oficial do TSE.

publicidade Alberto Lotação e Turismo6
Williamns Lopes5 Alberto Lotação e Turismo4 piauieletro eco Casa do Automóvel honda6 Bio apaas Moreno Calçados 1

JORNALISTA 292

Todos os artigos publicados, neste web site, são de inteira responsabilidade de seus autores, não refletindo obrigatoriamente a opinião do J292.

Desenvolvido por: Aroldo Santos – Soluções Web.