Publicidade  - paoecafe5

Política

Robert Rios afirma existir dívida oculta nas contas do Estado

Laryssa Saldanha   18/10/2017

Divulgação

clique para ver a foto em tamanho real

Robert Rios

“A desculpa para o aumento de impostos e não pagamento de serviços é sempre a crise", disse

 

Sabatinado pelos deputados na Assembleia Legislativa, o Secretário de Fazenda Rafael Fonteles foi questionado pelos deputados a respeito do não pagamento de prestadores de serviços no Estado. Segundo o deputado Robert Rios (PDT), existe uma dívida oculta que não consta nas tabelas do Estado.

“Para mim, o pior dado dessa apresentação foi, certamente, a diminuição do custeio no Estado. Se o custeio diminuiu é porque os serviços estão deixando de ser pagos, deixando de ser prestados. O que é horrível para o Piauí. Eu fiz uma pesquisa rápida aqui por telefone e soube que vários serviços e prestações de serviços não foram pagas, como várias oficinas e a, por exemplo, a empresa Ticket Car, que soma uma dívida de R$ 10 milhões. E isso não está dentro da planilha de custeio do Estado, pois não está sendo pago. Isso é calote, que agrava ainda mais a situação de crise pois o dinheiro não circula. E a minha pergunta é exatamente em cima disso: qual o estoque de dívida oculta com prestações de serviços do Estado?”, indagou o líder da oposição na Casa, deputado Robert Rios.

A mesma questão foi repedida pelo deputado Luciano Nunes (PSDB), que disse não aceitar mais a desculpa da crise para o não pagamento de serviços. “A desculpa para o aumento de impostos e não pagamento de serviços é sempre a crise. Mas houve um aumento de 11% da receita do Estado, o que significa 8% de aumento real com relação ao ano passado. E vem a questão das despesas, que reduziu o custeio em 0,26% nominal. As despesas que reduziram são liquidadas, contratadas, empenhadas e liquidadas. E as despesas ocultas, que foram contratadas, empenhadas e não liquidadas?”.

“A prestação de serviços essenciais não está atrasado, e isso nós estamos privilegiando. Mas os serviços não essenciais podem sim estar deixando de ser prestados. Sobre o caso da Ticket, nós herdamos uma dívida de R$ 15 milhões de reais, que hoje está bem menos. E a maior parte das dívidas do Estado dizem respeito das repactuações dos anos anteriores. E existe sim atrasos, o Governo reconhece, mas estamos trabalhando para diminuir esses pequenos atrasos. Mas repito, em serviços essenciais eu desconheço”, respondeu Rafael Fonteles.

Deficit Previdenciário – Outro ponto abordado foi a questão do pagamento de inativos do Estado. “Eu sempre reconheço o talento da equipe fazendária do Estado, mas não podemos ser ingênuos e acreditar na interpretação que nos é dada. O Secretário Rafael disse que servidores ativos cresceu 3% e o inativo cresceu 17%, e aí nos temos uma despesa de 20% juntando os dois. Mas isso é uma verdade aparente. Os 17% saíram da folha de ativos, o que não aumenta a folha”, disse o deputado Robert Rios.

“Com relação a questão de ativos e inativos, eu fiz questão de frisar isso. Realmente o número de inativos só cresceu 3% porque migrou de ativos para inativos, mas continua na folha. O problema é de ordem previdenciária, que termina afetando todos os outros serviços. Mas quem foi que colocou esses servidores, muitos deles sem concurso público no passado? Fica a pergunta”, respondeu o secretário de fazenda.

Aumento de Imposto – A Mensagem nº 40, enviada pelo Governo do Estado, que institui o Programa de Recuperação de Crédito Tributário no Estado do Piauí e o Decreto do governador Wellington Dias que suspende empenhos de pagamento a fornecedores e empresas que prestam serviço para o Estado também foram questionados pelos parlamentares. “O Governo do Estado aumentou impostos em 2015, 2016 e vai aumentar novamente esse ano e diz que tem diminuído o seu custeio. Mas cria indiscriminadamente novas secretarias e coordenadorias. E eu quero saber como essa conta é feita. Tem coordenadorias que não tem nem cadeira para sentar, o que significa um grande desserviço pro nosso Estado”, disse o deputado Robert Rios.

“Eu estou muito preocupado com a naturalidade com o que foi apresentados esse decreto suspendendo o pagamento de serviços no Estado. Isso deveria ser excepcional, e não corriqueiro. Isso desfaz toda a segurança jurídica do Estado do Piauí perante seus prestadores de serviço”, analisou Luciano Nunes.

“O Governo mandou pra cá aumento de imposto em 2015 e 2016, e realmente o maior é esse que estamos propondo esse ano e isso está acontecendo porque a situação se deteriorou e nós precisamos lançar mão disso. Ano passado nós apresentamos esse decrete em outubro, e esse é sempre feito em último caso, por isso é feito sempre no final do ano, que é quando o Estado tem pagar quatro folhas: a de outubro, novembro, dezembro e o décimo terceiro. E realmente todos os anos fazemos esse esforço para pagar o que é prioritário, que é a folha. O que queremos com esse decreto é dizer para todos os gestores que, o que está até empenhado, mas não foi fornecido e não foi dada a ordem de serviço e a ordem de fornecimento, não é para dar. Priorize, gestor, o que é prioritário, que está listado no anexo do decreto”, finalizou Rafael Fonteles.

Comentar Enviar por e-mail Imprimir

Comentários:

Não há comentários para a matéria no momento.

Envie um comentário para a matéria.
Origem da mensagem: 54.242.250.208









Visual CAPTCHA


O JORNALISTA 292 não se responsabiliza pelas mensagens postadas como comentário das notícias, sendo estas de sua inteira responsabilidade, podendo, quando julgar algum comentário inadequado, inativá-lo ou excluí-lo de sua base de dados. Salvo confirmação de seus dados informados.

Mais Notícias:

:: Juiz do Trabalho determina prazo para o Município efetuar o pagamento dos salários aos Servidores da Secretaria de Saúde de Picos

:: Vídeo mostra tentativa de explosão em supermercado

:: Professores doam câmeras para escola após 3 roubos em menos de 15 dias no PI

:: Justiça determina retorno de 100% dos serviços de urgência e 60% das atividades regulares da Saúde

:: Polícia identifica autores de posts que chamavam policiais de "torturadores" no PI

:: Menino de 11 anos sai para comprar pão e desaparece no Centro de Teresina

:: Quatro pessoas morrem e duas crianças sobrevivem em acidente

:: TRE afasta vereador considerado analfabeto acusado de fraudar diploma e CNH

:: Aprovado projeto que obriga apenados a custearem monitoração eletrônica

:: Paredões de som serão permitidos no Corso de Teresina até a meia-noite

:: Sucessão de erros resultou em tragédia

:: Mais de 70% dos lojistas aprovam intervenção

:: HUT pede ajuda para encontrar família de paciente encontrado desacordado e sem documentos

:: 10 itens que não podem constar na lista de material escolar

:: Funcionários e vizinhos denunciam lotação e mau cheiro no IML

+ Política

Política

TRE afasta vereador considerado analfabeto acusado de fraudar diploma e CNH

12.01.2018

O G1 procurou o vereador, mas as ligações não foram atendidas. O parlamentar pode recorrer, mas a decisão já está valendo e um novo vereador assumiu o cargo.

Política

Aprovado projeto que obriga apenados a custearem monitoração eletrônica

12.01.2018

O rastreamento eletrônico será feito por meio de bracelete, tornozeleira ou chip inserido na pele

PICOS

Belê agradece Gil Paraibano por 500 novas casas em Picos

22.12.2017

A parlamentar se referiu ao Residencial Louzinho Monteiro, entregue nesta semana pelo prefeito Padre Walmir

Política

Candidatos poderão arrecadar verba de campanha por vaquinha virtual

21.12.2017

O plenário do TSE aprovou, nesta semana, 10 resoluções sobre as regras das eleições de 2018

Política

Belê destaca campeonato de tiro e diz que lutará por apoio ao esporte

14.12.2017

Afirmando que dentre os classificados em primeiro e segundo lugares estão o seu filho, Adir Guilherme Oliveira, e o seu esposo, Gustavo Oliveira

JUSTIÇA

Ministério Público ingressa com ação por improbidade administrativa contra o Pe. Walmir Lima

29.11.2017

Romana Leite explicou que na ação de execução do TAC estão sendo cobradas as cláusulas que já estavam pactuadas, além da aplicação de multa ao prefeito

PIAUÍ

Postos flagrados adulterando combustível vão perder inscrição estadual

29.11.2017

A proposta teve parecer favorável do deputado Dr. Rubem Martins (PSB) na Comissão de Defesa do Consumidor, Meio Ambiente e Acompanhamento dos Fenômenos Naturais

PIAUÍ

Lei proíbe a venda de refrigerantes em escolas públicas e particulares do Piauí

29.11.2017

Os deputados também aprovaram a concessão de reajuste aos profissionais do magistério público da educação básica do Estado.

TERESINA

Firmino vai a Brasília em busca de recurso para drenagem e esporte

29.11.2017

Os investimentos vão ser aplicados em diversas áreas da cidade

Política

População escolhe Afonsinho como o melhor vereador de Picos

27.11.2017

Essa é a segunda vez que Afonsinho é apontado como o melhor vereador da cidade

ESPECIAIS

Editorial

Sucessão de erros resultou em tragédia

12.01.2018

Eita Piauí que não toma jeito!

publicidade piauieletro3
Eriberto5 Moreno Calçados 1 apaas eco piauieletro paoecafe9 Casa do Automóvel Dr Wesley6 joyce5 Camisetas3 Mahogany PROCORDIS 2

JORNALISTA 292

Todos os artigos publicados, neste web site, são de inteira responsabilidade de seus autores, não refletindo obrigatoriamente a opinião do J292.

Desenvolvido por: Aroldo Santos – Soluções Web.