Publicidade  - fotomarques2

POLÍCIA

Irmã de Iarla quebra silêncio e descreve últimos momentos da jovem morta por tenente

Cidadeverde   12/07/2017

Divulgação

clique para ver a foto em tamanho real

Iarla Lima Baborsa, morta pelo namorado tenente do exército no dia 19 e junho

Iarla Barbosa foi assassinada com quatro tiros pelo tenente que era seu namorado.

 

Ilana Lima Barbosa, irmã da jovem Iarla Lima Barbosa, morta pelo namorado, o tenente do Exército José Ricardo da Silva Neto, quebrou o silêncio e descreveu os últimos momentos da irmã antes de ser assassinada. A jovem prefere não mostrar o rosto por medo, mas não esconde em suas lágrimas a dor e o choque de ter assistido a morte da irmã, aparentemente por ciúmes. Ilana vai levar para sempre a marca da violência provocada pelo tiro de raspão, mas a marca maior e mais dolorosa é a da saudade.

"Eu sempre penso que a minha irmã está em algum lugar e ela vai voltar. Eu não consigo entender. Eu não acredito em nenhum momento que ela não está mais aqui. É muito difícil principalmente quando chega a noite porquê a gente dormia juntas e quando eu fico algum tempo só, aí que eu me dou conta que ela não está mais aqui", desabafa a jovem emocionada.

Iarla Barbosa foi assassinada com quatro tiros pelo tenente que era seu namorado. Ilana também estava no carro e por pouco não foi morta pelo tenente. Com exclusividade para a TV Cidade Verde, a jovem aceitou relembrar o momento do crime. Para ela, não há um motivo aparente para o ataque de fúria do tenente que assassinou a sua irmã na noite do dia 19 de junho.

"Eu não sei nem explicar porquê ele estava aparentemente normal. O único momento que ele alterou a voz foi no carro, mas até o momento em que ele entrou no carro ele estava normal. Eles foram de mãos dadas, ele foi beijando ela e estava tudo muito normal. Ele chamou minha irmã e falou que estava  passando mal e depois ela me chamou e falou que íamos embora por isso. Foi aí que decidimos, fomos pagar a conta e saímos", descreve Ilana.

A jovem acrescenta que já conhecia o rapaz, mas que não imaginava que ele tivesse um comportamento agressivo, já que só sua irmã saía com ele. "Eu vi ele poucas vezes. Sempre que eu via ele em alguma festa estavam todos dançando e bebendo e só. Nunca imaginei que ele fosse violento", completa.

Ao entrar no carro, Ilana conta que José alterou a voz e começou a questionar sua irmã, sobre o comportamento da moça na festa. Com ciúmes ele questionada a namorada por ela ter dançado com outras pessoas na festa. "Ele perguntava se ela achava que ele era criança e ela com toda calma respondia que ele não era criança. Aí ele falou 'você acha que eu não vi você dançando com todo mundo?'. Só foi isso. Logo em seguida ele pegou a arma e começou a efetuar os disparos. Ela não chegou nem a questionar ele já começou logo a fazer os disparos. Primeiro nela e depois ele virou para trás e começou a efetuar onde eu estava com a minha amiga", completa a jovem.

Arma

Ilana conta que sua irmã sabia que o tenente andava armado e que já havia comentado que ele saía com a arma. Ela completa que não passava pela sua cabeça a possibilidade dele usá-la contra elas. A jovem comenta ainda que o tenente havia bebido mas não estava bêbado e que sua irmã pediu para que ele não atirasse. "A Iarla já tinha comentado comigo que ele sempre andava armado mas eu nunca imaginei que naquele momento ele fosse pegar a arma. Tanto que eu nem cheguei a ver a arma. A Iarla que se assustou e quando ela se assustou eu olhei em seguida e ele efetuou os disparos, mas em nenhum momento eu percebi nenhuma reação diferente nem que ia pegar a arma. Ele bebeu um pouco, mas não estava bêbado ao ponto de não saber o que estava fazendo até porquê saímos normalmente. Eles não discutiram. Ela ainda botou a mão na frente da arma e pediu que ele não fizesse isso", descreveu.

Em seguida o tenente virou para o banco de trás e disparou contra ela e uma amiga que estava com elas no bar. "Ele virou e começou a atirar e eu não sabia o que estava acontecendo. Do jeito que ela caiu ela ficou. Ele estava dando a ré pra sair do local e quando vi que minha irmã não esboçava nenhuma reação. Foi quando eu entrei em desespero. Eu nem vi que eu estava baleada. Eu não senti e fiquei preocupada se tinha acontecido alguma coisa com ela. Foi o momento que eu saí do carro e ele foi pro apartamento dele onde acharam o corpo dela no carro já sem vida. Ele não falava nada. Só atirava", completa.

A irmã chegou a acreditar que a jovem tivesse fingido a morte para se salvar, pois não esboçava nenhuma reação.

Amiga

A amiga de Ilana, Joseane que estava no carro também foi  atingida em cheio por dois tiros. Ela conseguiu se recuperar mas ainda tem um ferimento no braço. A jovem, que também deu entrevista, reforça que o clima de harmonia entre o casal ainda era grande.  "Depois que ele teve contato com os flanelinhas, pelo que eu entendi na hora ele falou que já bastava aquele valor para os dois já de forma alterada e nesse momento ele já foi se virando pra ela e brigando. Como ele falou que estava passando mal perguntamos se ele não queria tomar uma água e dar um tempo. E ele já foi perguntando se ele achava que era criança e atirando. Eu só ouvi o barulho e vi faísca. Não sabia que era tiro porquê não sabia que ele era militar. Muito menos que andava armado, e não tinha motivo. Eu não sabia que eu tinha sido atingida e só tive noção quando eu voltei pra onde a gente estava e me socorreram", contou

Emocionada Ilana chora a falta da irmã. A jovem diz não conseguir descrever o que sente ao lembrar do rapaz, mas tem convicção ao afirmar que espera Justiça. "Eu quero Justiça. Ele tem que pagar. Minha irmã nunca vai voltar e ele tem que pagar por isso", concluiu emocionada.

Comentar Enviar por e-mail Imprimir

Comentários:

Não há comentários para a matéria no momento.

Envie um comentário para a matéria.
Origem da mensagem: 54.224.230.51









Visual CAPTCHA


O JORNALISTA 292 não se responsabiliza pelas mensagens postadas como comentário das notícias, sendo estas de sua inteira responsabilidade, podendo, quando julgar algum comentário inadequado, inativá-lo ou excluí-lo de sua base de dados. Salvo confirmação de seus dados informados.

Mais Notícias:

:: Comunidade do Parque Exposição recebe visita de profissionais da saúde para mutirão da hanseníase

:: Estado controla motim na Penitenciária de Floriano

:: Governador diz que finanças chegam no “osso” e anuncia novos cortes

:: Padre Walmir empossa membros do Conselho Municipal de Política Cultural

:: Picos: Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência é comemorado pela Associação Piauiense de Atenção e Assistência em Saúde (APAAS)

:: Hugo Victor contesta oposição e garante que auditoria do Denassus na Saúde está suspensa

:: Deputado Nerinho participa de inauguração de UBS em Geminiano

:: Secretário de Justiça recebe agentes penitenciários e trata sobre melhorias para servidores e presídios

:: Poluição Sonora: SEMAM realiza capacitação

:: Levantamento da Prefeitura aponta que é inviável reajuste de salários dos servidores

:: Quadrilha suspeita de explodir banco na Prefeitura de Picos é presa

:: Secretaria de Saúde adverte sobre os cuidados em relação à caxumba

:: Teresina vence concurso “Cidade para as pessoas”

:: Vídeo: empresária sofre sequestro relâmpago e tem R$ 30 mil roubados

:: Delegado investigado por falsificar notas e recibos ostenta em redes sociais

+ Polícia

POLÍCIA

Quadrilha suspeita de explodir banco na Prefeitura de Picos é presa

20.09.2017

Sete pessoas foram presas no residencial Torquato Neto, em Teresina. Elas são suspeitas de ataques a oito agências bancárias nos dois estados.

POLÍCIA

Vídeo: empresária sofre sequestro relâmpago e tem R$ 30 mil roubados

20.09.2017

Esta foi a terceira vez que a empresária foi vítima de assalto. Em todas as ações criminosas foram levadas grandes quantidades em dinheiro.

POLÍCIA

Delegado investigado por falsificar notas e recibos ostenta em redes sociais

20.09.2017

Para aguardar o processo em liberdade ele alegou problema mental. Clayton Doce está há 3 anos recebendo salário sem trabalhar.

POLÍCIA

Pai de juiz federal é assassinado na porta de casa no bairro Bela Vista

19.09.2017

O coordenador da Delegacia de Homicídios, Francisco Costa, o Baretta, acredita que os bandidos tenham confundido o instrumento musical com uma arma de fogo.

POLÍCIA

Quadrilha usava nomes de mortos para fraudar benefício do INSS no Piauí

12.09.2017

Polícia Federal deflagrou segunda operação para apurar crimes previdenciários no estado. Quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos.

JUSTIÇA

Sejus prende dupla arremessando objetos ilícitos na Custódia e evita fuga na Irmão Guido

12.09.2017

O secretário de Justiça do Estado, Daniel Oliveira, observa que, graças ao plano de segurança prisional da Secretaria de Justiça, muitos problemas têm sido coibidos

POLÍCIA

Prefeito sofre atentado na porta de sua residência

11.09.2017

O prefeito foi encaminhado inicialmente ao Hospital Regional de Corrente, sem corre risco de morte

POLÍCIA

Corpos são achados carbonizados e polícia suspeita que seja de padrasto e enteada

10.09.2017

Em uma área um pouco mais afastada também foi encontrada uma motocicleta carbonizada.

PIAUÍ

Suspeito de estupro consegue fugir de sequestro após quase ser carbonizado, diz polícia

10.09.2017

Se forem localizadas, os autores da ação responderão por sequestro, cárcere privado e maus tratos.

PIAUÍ

Operação Raposa Presa evita fuga e apreende objetos na Irmão Guido

06.09.2017

Informações apuradas pela Diretoria de Inteligência e Proteção Externa da Sejus, a Dipe, apontaram que uma fuga estava sendo articulada para esta quarta.

ESPECIAIS

Editorial

Nada de PT, PMDB ou PSDB. Maior partido é o da JBS. Depois, o da Odebrecht.

25.05.2017

Na prática, tinham governos e governantes debaixo do braço. Como poderia ser diferente?

publicidade Alberto Lotação e Turismo6
paoecafe9 apaas Bio honda6 Casa do Automóvel piauieletro Alberto Lotação e Turismo4 PROCORDIS 2 recanto brilhante Mahogany Moreno Calçados 1

JORNALISTA 292

Todos os artigos publicados, neste web site, são de inteira responsabilidade de seus autores, não refletindo obrigatoriamente a opinião do J292.

Desenvolvido por: Aroldo Santos – Soluções Web.