Publicidade  - fotomarques3

ARTIGO

Nada de PT, PMDB ou PSDB. Maior partido é o da JBS. Depois, o da Odebrecht.

Fenelon Rocha   25/05/2017

Na prática, tinham governos e governantes debaixo do braço. Como poderia ser diferente?

 

Segundo os dados do TSE, as maiores bancadas da Câmara resultante das eleições de 2014 eram, pela ordem, as do PT (69 deputados), PMDB (65), PSDB (54) e PP (38). As evidências a partir das delações no âmbito da Lava Jato mostram outra coisa: os grandes partidos brasileiros eram os constituídos pelo rol de financiados pela empreiteira Odebrecht e a “rainha do bife”, a JBS.

Dos eleitos para a Câmara dos Deputados em 2014, a JBS injetou dinheiro em 165 eleitos – o que significa cerca de um terço da Casa (exatos 32,16% dos deputados). Pouco menos que a soma dos três principais partidos do governo Dilma: PT, PMDB e PP. No senado, a parcela de representantes da JBS fica até um pouco mais alta: 34,5% dos senadores – isto é, 28 dos 81 senadores, parte eleita em 2014, parte em 2010.

As delações dos executivos da Odebrecht apontaram uma representação no Senado semelhante à bancada do bife. Mas a bancada da empreiteira na Câmara fica longe da conseguida pela JBS: cerca de 40 deputados.

Mesmo considerando a superposição – parlamentares que receberam das duas mega financiadoras da política brasileira –, pode-se dizer que o número de representantes de Odebrecht e JBS é majoritária no senado e não fica muito longe da maioria também na Câmara. Podiam, sem muito esforço, ditar os rumos do país.

E o que as investigações tem mostrado é exatamente isso: Marcelo Odebrecht ditava decretos para ministros de Dilma Rousseff; Joesley Batista definia estratégias com o presidente Michel Temer. Tinham as rédeas do país nas mãos: direcionavam licitações, moldavam Medidas Provisórias, escolhiam obras a serem financiadas dentro e fora do Brasil, elegiam os beneficiados pelos recursos do BNDES etc etc.

Na prática, tinham governos e governantes debaixo do braço. Como poderia ser diferente? Todos com o rabo preso, pelo financiamento formal e, mais ainda, pela grana solta que corria por baixo dos panos.

Comentar Enviar por e-mail Imprimir

Comentários:

Não há comentários para a matéria no momento.

Envie um comentário para a matéria.
Origem da mensagem: 54.196.201.241









Visual CAPTCHA


O JORNALISTA 292 não se responsabiliza pelas mensagens postadas como comentário das notícias, sendo estas de sua inteira responsabilidade, podendo, quando julgar algum comentário inadequado, inativá-lo ou excluí-lo de sua base de dados. Salvo confirmação de seus dados informados.

Mais Notícias:

:: Atuação da CGU investigou desvios de R$ 23 milhões

:: No Piauí, magistrado ganha mais que ministro do Supremo

:: Jovem é assassinado com onze facadas depois de ferir a ex-companheira no Piauí

:: Deputado estadual se machuca ao fugir de tentativa de assalto em Teresina

:: TRT/PI suspende prazos processuais no período de 20 de dezembro de 2017 a 20 de janeiro de 2018

:: TRT/PI abre concurso interno de remoção de servidores para as Varas de Picos e de Piripiri

:: Natal Natureza presenteou mais de 200 crianças na Praça dos Orixás

:: Firmino Filho recebe homenagens pelo aniversário de 54 anos

:: Shopping da Cidade é palco de mostra científica

:: Laudo cadavérico conclui que mulher foi queimada viva em Picos

:: Operação 24h prende no Piauí suspeito de estuprar adolescente de 13 anos

:: Amauri Jucá faz show neste sábado (16) na Praça dos Orixás

:: Guarda Municipal realiza ação para apreender celulares e drogas no Centro de Teresina

:: Agentes penitenciários ganham mais armas e equipamentos de proteção individual

:: Faculdade R.Sá lança novos cursos de Pós-graduação para 2018

+ Editorial

ARTIGO

No Piauí, magistrado ganha mais que ministro do Supremo

18.12.2017

São 14 os Tribunais com magistrados recebendo além da média nacional de R$ 42,5 mil mensais.

ARTIGO

Onde está o dinheiro?

14.12.2017

O que foi feito desse dinheiro? O governo não informou. A Controladoria Geral do Estado também não. Nem a Assembléia Legislativa

HOMENAGEM

Pascoal Silva comemora 90 anos

06.12.2017

Um homem à frente do seu tempo

ARTIGO

AIDS volta a aumentar entre os jovens

30.11.2017

Tudo ia muito bem até que as pessoas, de uma forma geral, especialmente os mais jovens, acharam que a doença estava sob controle

ARTIGO

Foco de incêndio na base do governo

28.11.2017

É aí que o caldo entorna, pois o PMDB está certo de que o lugar de candidato a vice-governador na chapa de Wellington pertence ao partido e não há o que negociar, mas só anunciar, como o governador fez em relação à candidatura do senador Ciro à reeleição.

ARTIGO

Brincando de ser deputado

27.11.2017

No Piauí, brinca-se de ser deputado. Trata-se de uma brincadeira que não custa pouco.

ARTIGO

Governo quer ser sócio de empresas

26.10.2017

Esse projeto do governo não deixa de ser curioso. Aliás, curiosíssimo!

ARTIGO

Governo joga na conta da crise o peso da folha dos aposentados e pensionistas

24.10.2017

Com o drama feito pelo por ele, mais uma conversa de pé de ouvido com os seus deputados, no final dessa história o governo vai aprovar sem dificuldade o pacote de aumento de impostos e manter a gastança, até para garantir a reeleição.

Política

BOMBA: Em carta de desfiliação estarrecedora, Palocci acaba com Lula e o PT; leia na íntegra

27.09.2017

Enviou ao PT sua carta de desfiliação, após procedimento que o suspendeu, não por ter cometido crimes, mas por dizer a verdade sobre a corrupção petista e de Lula

ARTIGO

Afinal, para que serve o Tribunal de Contas?

28.03.2017

A decisão foi tomada após o governo alegar a existência de situação que poderia prejudicar a segurança jurídica

ESPECIAIS

Editorial

No Piauí, magistrado ganha mais que ministro do Supremo

18.12.2017

São 14 os Tribunais com magistrados recebendo além da média nacional de R$ 42,5 mil mensais.

publicidade Dr Wesley8
Casa do Automóvel eco honda6 PROCORDIS 2 Camisetas3 brilhante Alberto Lotação e Turismo4 Moreno Calçados 1 Eriberto5 piauieletro Bio joyce5

JORNALISTA 292

Todos os artigos publicados, neste web site, são de inteira responsabilidade de seus autores, não refletindo obrigatoriamente a opinião do J292.

Desenvolvido por: Aroldo Santos – Soluções Web.