Publicidade  - Alberto Lotação e Turismo7

ARTIGO

Nada de PT, PMDB ou PSDB. Maior partido é o da JBS. Depois, o da Odebrecht.

Fenelon Rocha   25/05/2017

Na prática, tinham governos e governantes debaixo do braço. Como poderia ser diferente?

 

Segundo os dados do TSE, as maiores bancadas da Câmara resultante das eleições de 2014 eram, pela ordem, as do PT (69 deputados), PMDB (65), PSDB (54) e PP (38). As evidências a partir das delações no âmbito da Lava Jato mostram outra coisa: os grandes partidos brasileiros eram os constituídos pelo rol de financiados pela empreiteira Odebrecht e a “rainha do bife”, a JBS.

Dos eleitos para a Câmara dos Deputados em 2014, a JBS injetou dinheiro em 165 eleitos – o que significa cerca de um terço da Casa (exatos 32,16% dos deputados). Pouco menos que a soma dos três principais partidos do governo Dilma: PT, PMDB e PP. No senado, a parcela de representantes da JBS fica até um pouco mais alta: 34,5% dos senadores – isto é, 28 dos 81 senadores, parte eleita em 2014, parte em 2010.

As delações dos executivos da Odebrecht apontaram uma representação no Senado semelhante à bancada do bife. Mas a bancada da empreiteira na Câmara fica longe da conseguida pela JBS: cerca de 40 deputados.

Mesmo considerando a superposição – parlamentares que receberam das duas mega financiadoras da política brasileira –, pode-se dizer que o número de representantes de Odebrecht e JBS é majoritária no senado e não fica muito longe da maioria também na Câmara. Podiam, sem muito esforço, ditar os rumos do país.

E o que as investigações tem mostrado é exatamente isso: Marcelo Odebrecht ditava decretos para ministros de Dilma Rousseff; Joesley Batista definia estratégias com o presidente Michel Temer. Tinham as rédeas do país nas mãos: direcionavam licitações, moldavam Medidas Provisórias, escolhiam obras a serem financiadas dentro e fora do Brasil, elegiam os beneficiados pelos recursos do BNDES etc etc.

Na prática, tinham governos e governantes debaixo do braço. Como poderia ser diferente? Todos com o rabo preso, pelo financiamento formal e, mais ainda, pela grana solta que corria por baixo dos panos.

Comentar Enviar por e-mail Imprimir

Comentários:

Não há comentários para a matéria no momento.

Envie um comentário para a matéria.
Origem da mensagem: 54.80.89.148









Visual CAPTCHA


O JORNALISTA 292 não se responsabiliza pelas mensagens postadas como comentário das notícias, sendo estas de sua inteira responsabilidade, podendo, quando julgar algum comentário inadequado, inativá-lo ou excluí-lo de sua base de dados. Salvo confirmação de seus dados informados.

Mais Notícias:

:: Sistema prisional do Piauí ganha novas armas, viaturas e munições

:: Câmara dos Deputados fará sessão em homenagem a Oeiras

:: Audiência pública irá discutir elaboração do Plano Plurianual e a Lei Orçamentária Anual

:: Profissionais de 70 municípios passam por capacitação do novo sistema de marcação de exames

:: PMDB não se entende sobre rumo do partido em 2018

:: Prefeito Mão Santa se posiciona sobre episódio em escola

:: "Sempre combateu o racismo e não vai se calar agora", diz mãe de Miss Brasil sobre comentários racistas

:: Lucy Silveira diz que aguardará momento certo para decidir sobre candidatura

:: Teresina tem um assalto a cada três dias; botão do pânico deve ser instalado em setembro

:: Cortes de verbas de 40% no Ibama preocupa para o combate a incêndios no Piauí

:: Universidade Aberta do Piauí abre edital de processo seletivo com 60 vagas para tutores

:: Hospital de Picos passa a contar com UTI a partir de outubro

:: Mortes em acidentes de trânsito caem 41% no primeiro semestre

:: Alunos participam de aula inaugural do Qualificar Tur

:: Conselho do Direito da Mulher elege nova mesa diretora

+ Editorial

ARTIGO

Afinal, para que serve o Tribunal de Contas?

28.03.2017

A decisão foi tomada após o governo alegar a existência de situação que poderia prejudicar a segurança jurídica

JUSTIÇA

O exercício da função da judicatura e o dever do cumprimento de metas

16.03.2017

O Magistrado Carlos Hamilton pondera que a grande maioria dos Juízes trabalha inclusive aos sábados, domingos e feriados e outros tantos usam as férias para julgar.

Isso aqui é Flamengo

Diego, Trauco, Rômulo e Gabriel marcam e levam torcida ao delírio no Maracanã lotado

09.03.2017

Clube estreia na CONMEBOL Libertadores Bridgestone com atuação de gala, goleada por 4 a 0 e mosaico de tirar o fôlego

Política

Zé Filho e Mão Santa querem Ciro e Elmano na oposição em 2018

02.03.2017

Na próxima semana, Mão Santa será recebido, em Brasília, pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP), que foi indicado para o cargo com aval de Ciro Nogueira

ARTIGO

PP ensaia não ir ao carnaval com a mesma fantasia

18.02.2017

Mas é indisfarçável o desconforto do PP com o episódio.

ARTIGO

A ferrovia que só transporta forrozeiros: Transnordestina

19.01.2017

Ao contrário do modelo tradicional de construção ferroviária, a Transnordestina não começou a ser construída do porto para o interior, mas na direção oposta.

ARTIGO

Tributo a Valdemar Rodrigues

15.12.2016

Personalidade, Honestidade, Integridade e Caráter!

ARTIGO

Um freio na corrida ao cofre

15.12.2016

Segundo Kennedy Barros, a medida se insere entre as ações preventivas que o TCE vem adotando

ARTIGO

Um banho

09.12.2016

O resumo da ópera é que o presidente Michel Temer acabou dando um banho nos governadores

ARTIGO

PSC - A Política do Silêncio

06.12.2016

O pior das interrogações é o silêncio imposto pelo PSC, Partido Social Cristão após as eleições

ESPECIAIS

Editorial

Nada de PT, PMDB ou PSDB. Maior partido é o da JBS. Depois, o da Odebrecht.

25.05.2017

Na prática, tinham governos e governantes debaixo do braço. Como poderia ser diferente?

publicidade paoecafe7
paoecafe9 eco piauieletro PROCORDIS 2 Bio Kildary6 brilhante apaas Alberto Lotação e Turismo4 honda6 Casa do Automóvel Camisetas3

JORNALISTA 292

Todos os artigos publicados, neste web site, são de inteira responsabilidade de seus autores, não refletindo obrigatoriamente a opinião do J292.

Desenvolvido por: Aroldo Santos – Soluções Web.