Publicidade  - rsa

PICOS

Casal gay de Picos aposta na fertilização artificial para realizar sonho da maternidade

G1   16/05/2017

Victor Nunes e Stephanie Fidelis/ Arquivo Pessoal

clique para ver a foto em tamanho real

Daniely e Gabriela decidiram aumentar a família depois de dois anos de relacionamento.

Daniely Feitosa e Gabriela Santos estão juntas há 3 anos e desde que se conheceram já falaram do desejo de ter um filho.

 

Dando continuidade às matérias especiais em homenagem aos Dia das Mães, o G1 traz neste domingo (14) a história da estudante e empresária Daniely Feitosa e da vigilante particular Gabriela Santos, que estão juntas há três anos e decidiram fazer uma inseminação artificial para juntas realizar o sonho da maternidade. As duas moram em Picos, Sul do Piauí, e agora curtem o quarto mês de gestação.

O caminho até realizar o sonho de engravidar, não foi fácil para Daniely. Quando tinha apenas 10 anos, ela descobriu que tinha um problema hormonal e o médico diagnosticou que a menina tinha a síndrome dos ovários policísticos. Mesmo tão novinha, Daniely iniciou um tratamento e o médico chegou a alertar que isso poderia deixa-la infértil.

“Para mim era tudo novo, eu era apenas uma criança e meu médico foi me explicando tudo, mesmo muito nova fui buscar saber sobre o assunto e foi ai que comecei me apaixonar pela a área da saúde e pela a reprodução humana, fiquei encantada como a gravidez ocorre e cada passo dela”, contou.

Ainda aos 15 anos, a jovem começou a pensar e sonhar em ser mãe. Foi quando ela conheceu Gabriela e a paixão aconteceu. “Logo contei a ela o meu desejo de ser mãe. Ela me falou que também tinha o mesmo sonho, mas que preferia adotar e não gerar”, disse.

Daniely conta que apesar do que a companheira queria, ela gostaria de gerar um filho, de passar por todos os momentos que uma grávida passa e trazer ao mundo uma criança que fosse das duas.

“Comecei então a pesquisar sobre como os casais homoafetivos realizavam esse desejo e descobri milhares de casais que fizeram inseminação artificial ou fertilização in vitro. Fui mais a fundo na pesquisa e me informei que existem clínicas no Brasil que fazem o procedimento para casais de baixa renda, no caso a gente teria que se inscrever e ficar na lista de espera”, falou.

O casal fez então inscrições em algumas clínicas de São Paulo, onde teve um contato maior com diversos grupos de WhatsApp e as duas jovens puderam contar com a ajuda de outras mulheres que tinham o mesmo sonho que elas.

“Mandei toda documentação via sedex, até que um dia me colocaram em um grupo e me passaram diversas informações das diversas clínicas que tem em Teresina e que ajudam mulheres que querem ter filhos”, contou.

De acordo com Daniely, logo na primeira consulta o desejo de ser mãe só aumentou. “Estávamos economizando para fazer a Fertilização In Vitro (FIV), mas como o procedimento era mais caro, optamos pela a inseminação artificial”, disse.

Para que o custo diminuísse, a jovem se escreveu como doadora de óvulos. “Óvulos não podem ser comprados, então aproveitei essa oportunidades para realizar o meu sonho e o sonho de outras mães também. Os óvulos são retirados e passados pra receptora de forma anônima”, disse.

A empresária conta que teve a chance de escolher as características do doador de sémen e que logo na primeira tentativa deu tudo certo. “Escolhi todas as caraterísticas de Gabriela, mesma altura, mesmo tipo sanguíneo, mesma cor dos olhos e dos cabelos. Agora estamos à espera do nosso milagrezinho”, falou.

As novas mamães ainda não sabem o sexo do bebê, mas já decidiram o nome. “Fizemos a ultrassom mais não mostrou ainda. Se for menina será Pétala e se for menino será Pierre”, conta a empresária.

Daniely conta que tanto ela quanto Gabriela entendem que ainda existe muito preconceito, mas que acredita juntas elas podem dar o que uma criança mais precisa: amor e uma boa educação.

“Deus é amor, por que ele me crucificaria por amar? Minha religião fala de amor entre almas. Você acha mesmo que escolhemos nos apaixonar pelo o mesmo sexo? Mesmo sabendo as dificuldades e o preconceito? Eu nunca imaginei sentir um amor de verdade como sinto pela Gabriela. O que sinto é um amor de alma, de outras vidas”, contou.

Daniely destaca a importância do companheirismo da esposa. “Ela me acompanhou em tudo, estava presente em cada momento. É uma mãezona mega protetora. Muito inteligente. Me ajuda cada dia mais e mais em tudo, inclusive na gestação que é um período nada fácil, se tivéssemos feito a FIV, era um óvulo dela que eu queria gerar, quem sabe daqui a uns 10 anos?”, finaliza.

Comentar Enviar por e-mail Imprimir

Comentários:

Elisete Azevedo

16.05.2017 / 08:11:37

multiconsultoria1@hotmail.com

Ser mãe é o melhor presente que Deus nos concede, e com certeza, vcs serão exemplos pra muitos. E o q importa é o amor que transforma e nos dá forças pra tudo. Parabéns!

Envie um comentário para a matéria.
Origem da mensagem: 54.162.91.86









Visual CAPTCHA


O JORNALISTA 292 não se responsabiliza pelas mensagens postadas como comentário das notícias, sendo estas de sua inteira responsabilidade, podendo, quando julgar algum comentário inadequado, inativá-lo ou excluí-lo de sua base de dados. Salvo confirmação de seus dados informados.

Mais Notícias:

:: Jogadores Fla, Flu e Vasco, jantam juntos na Zona Oeste do Rio

:: Homem tenta atropelar travestis, mas acaba colidindo e matando motociclista

:: Prefeitura promove segunda edição do projeto Arte em Toda Parte

:: Polícia prende homem flagrado em vídeos agredindo a mãe no MA

:: “Centenas de pessoas atuam na corrupção no Piauí”, diz presidente do TCE-PI

:: Deputado defende lei que penaliza pais que não acompanham filhos

:: Jovem é assassinado a facadas por dívida de R$ 5

:: Homem é preso com 10 quilos de "supermaconha" em mala na rodoviária de Teresina

:: APAE de Picos comemora 38 anos e lança campanha social

:: Aumento de salário de vereador no PI para R$ 9 mil é alvo de críticas

:: Heráclito Fortes grava vídeo e diz que reformas são necessárias para o país

:: Caminhão cai de ponte após motorista perder o controle da direção na BR-343

:: Primeira noite de Chapadão mostra alto nível entre canções

:: Semam distribuirá mudas de plantas neste sábado (27) no Ação Global

:: Crianças do Maternal aprendem sobre a importância das profissões brincando

+ Geral

PICOS

Prefeitura promove segunda edição do projeto Arte em Toda Parte

26.05.2017

A terceira edição do projeto deve acontecer no bairro Passagem das Pedras, no mês de junho, com data a ser confirmada.

PICOS

APAE de Picos comemora 38 anos e lança campanha social

26.05.2017

Sem receber repasses a três meses e com 82 alunos, a Apae passa por uma série de problemas, financeiros, estruturais e no que diz respeito ao quadro de funcionários.

ACIDENTE

Caminhão cai de ponte após motorista perder o controle da direção na BR-343

26.05.2017

Para a PRF o motorista contou que chovia muito no momento do acidente.

TERESINA

Semam distribuirá mudas de plantas neste sábado (27) no Ação Global

26.05.2017

Na oportunidade uma ONG orientará sobre processo de adoção de animais

EDUCAÇÃO

Crianças do Maternal aprendem sobre a importância das profissões brincando

26.05.2017

Alunos aprenderam um pouco sobre as atividades de profissionais da saúde, gestão e comunicação

TERESINA

Conselho Municipal de Turismo discute projetos para Teresina

26.05.2017

Projetos na área de negócios, saúde e lazer entraram na pauta da reunião

Saiu sem ver Temer renunciar

Manifestante que queria renúncia de Temer é tirado de torre após dormir

26.05.2017

Uma dupla de policiais especialistas em resgate à altura foi solicitada de Teresina

PIAUÍ

Incêndio criminoso destrói troféu de piauiense no Soletrando

25.05.2017

Polícia suspeita de que alunos da escola Teotônio Ferreira Brandão estejam envolvidos

Política

Wellington autoriza melhorias para Vila Nova, Santa Cruz, Floresta e Dom Expedito Lopes

25.05.2017

Ações são nas áreas de saúde, segurança hídrica e infraestrutura, com destaque para obras de mobilidade urbana.

TERESINA

Parceiros realizam ação do Maio Amarelo na Praça do Marquês

25.05.2017

O objetivo da ação era convocar a sociedade para adotar um comportamento mais seguro e responsável no trânsito

ESPECIAIS

Editorial

Nada de PT, PMDB ou PSDB. Maior partido é o da JBS. Depois, o da Odebrecht.

25.05.2017

Na prática, tinham governos e governantes debaixo do braço. Como poderia ser diferente?

publicidade Bio
apaas recanto Camisetas3 Moreno Calçados 1 honda6 paoecafe9 rsa4 Kildary6 Casa do Automóvel PROCORDIS 2 Alberto Lotação e Turismo4 piauieletro

JORNALISTA 292

Todos os artigos publicados, neste web site, são de inteira responsabilidade de seus autores, não refletindo obrigatoriamente a opinião do J292.

Desenvolvido por: Aroldo Santos – Soluções Web.