Publicidade  - Procordis

ARTIGO

Discípulos do "Velho Graça"

Zózimo Tavares   28/09/2015

No Piauí, poucos gestores são como o de São Miguel da Baixa Grand

 

 Até o início dos anos 90, eu não conhecia o Graciliano Ramos gestor público. Só o escritor. Ainda assim, apenas superficialmente, de umas duas obras ou três. Fui apresentado ao Graciliano gestor pelo mestre M. Paulo Nunes, que me mandou cópias de seus famosos relatórios (prestações de contas) como prefeito de Palmeira dos Índios, em Alagoas, no final dos anos 30 do século passado. Daí para frente, mergulhei, também por incentivo dele, em sua obra completa.

Ao todo, Graciliano Ramos (1892-1953) escreveu 18 livros. Filiado ao Partido Comunista, não fez concessões aos camaradas. Não aceitou a censura do partido às suas obras. Também não fez concessões às editoras. Foi um intelectual engajado, mas não teleguiado. Autodidata, falava fluentemente o inglês, o francês e o italiano. Seus livros ganharam o mundo e as telas do cinema. "São Bernardo", "Vidas Secas" e "Memórias do Cárcere" viraram filmes, dirigidos por Nelson Pereira dos Santos. 

Graciliano Ramos é considerado o Pai da Gestão Fiscal Responsável. Ao redigir os famosos relatórios de sua administração, o prefeito de Palmeira dos Índios dava exemplo de austeridade, respeito e ética no trato com o dinheiro do povo. Austero, arredio a promessas e ao nepotismo, aplicava todos os recursos e prestava contas. Mesmo assim, não se considerava um grande administrador público. 

A imprensa divulga, diariamente, situação de descalabro administrativo e financeiro em todo o país, começando por Brasília e se espalhando por todo o interior do Brasil. Há, inclusive, gestores que estão foragidos. Mas, aqui acolá, aparecem também raras e honrosas exceções, aqueles gestores que leram na cartilha de Graciliano Ramos, o "Velho Graça".

Na semana passada, divulgou-se, por exemplo, que pelo sétimo ano consecutivo, o prefeito Afonso Damásio faz o pagamento antecipado dos salários dos servidores da Prefeitura Municipal de São Miguel da Baixa Grande - PI. A antecipação dos salários dos servidores em setembro já é uma tradição no município, sempre no período dos festejos da cidade. São Miguel da Baixa Grande é um município menor que Palmeira dos Índios da época do prefeito Graciliano.

No Piauí, poucos gestores são como o de São Miguel da Baixa Grande, entre eles os prefeitos de Bom Jesus, Corrente, Parnaíba e União. Todos estão com os compromissos financeiros rigorosamente em dia e a máquina pública funcionando.

Graciliano deixou a Prefeitura certo de que não seria reeleito, porque fez corretamente o que tinha que ser feito. "Não favoreci ninguém. Devo ter cometido numerosos disparates. Todos os meus erros, porém, foram da inteligência, que é fraca. Perdi vários amigos, ou indivíduos que possam ter semelhante nome. Não me fizeram falta. Há descontentamento. Se a minha estada na Prefeitura por esses dois anos dependesse de um plebiscito, talvez eu não tivesse dez votos", registrou no último relatório.

Também tenho minhas dúvidas de que os prefeitos do Piauí que estão com suas contas organizadas tenham vitória certa nas próximas eleições.

Comentar Enviar por e-mail Imprimir

Comentários:

Não há comentários para a matéria no momento.

Envie um comentário para a matéria.
Origem da mensagem: 54.162.136.26









Visual CAPTCHA


O JORNALISTA 292 não se responsabiliza pelas mensagens postadas como comentário das notícias, sendo estas de sua inteira responsabilidade, podendo, quando julgar algum comentário inadequado, inativá-lo ou excluí-lo de sua base de dados. Salvo confirmação de seus dados informados.

Mais Notícias:

:: Incêndio criminoso destrói troféu de piauiense no Soletrando

:: Wellington autoriza melhorias para Vila Nova, Santa Cruz, Floresta e Dom Expedito Lopes

:: Homem sobe em torre de 80m e pede renúncia de Michel Temer

:: Fugitivos da Penitenciária de Parnaíba e Casa de Custódia são capturados

:: Mulher é presa e confessa ter matado marido com uma facada

:: Nada de PT, PMDB ou PSDB. Maior partido é o da JBS. Depois, o da Odebrecht.

:: Piauí cumpre mandados e monta barreiras durante Operação Brasil Mais Seguro

:: Parceiros realizam ação do Maio Amarelo na Praça do Marquês

:: Equipes do “Posso Ajudar” distribuem material informativo na Zona Sul e no centro

:: Escola Municipal Machado de Assis estimula leitura entre estudantes

:: Sobre a Uber, Firmino Filho foi enfático. “A prefeitura é obrigada a ser contra qualquer transporte clandestino"

:: PMT apóia passeio ciclístico para divulgação da Caminhada da Fraternidade

:: Concurso de Livros H. Dobal é lançado pela Prefeitura de Teresina e premiação é de R$100 mil

:: Meninas passaram mal ao tomar remédio oferecido por colega

:: PSB percorre municípios para discutir formação política

+ Opinião

ARTIGO

Expectativa de vida

06.12.2016

No Piauí, só não se morre primeiro porque o Maranhão fez o favor de passar adiante

ARTIGO

Lambendo a rapadura

25.05.2016

O projeto eleitoral do governador para 2018 exclui, portanto, o senador Ciro Nogueira e a vice-governadora Margarete Coelho

LUTO

Homenagem: Um jogo de Leonardo pelo Blog do Torcedor

02.03.2016

Um exibição que talvez seja a maior do jogador com a camisa rubro-negra.

LUTO

Leonardo e o ano mágico de 1994

02.03.2016

Ex-atacante foi campeão pernambucano e da Copa do Nordeste, além de comandar Sport em jogos memoráveis naquela temporada

ARTIGO

Obrigado por me deixar ver a história, Leonardo

02.03.2016

Não tenho todos os gols de Leonardo na cabeça, todavia os mais marcantes estão vivos na mente,

OPINIÃO

Escolas da rede estadual estão caindo aos pedaços no Piauí

16.02.2016

Uma das escolas que está prestes a cair é a Unidade Escolar Monsenhor Bonson na cidade de Água Branca

ARTIGO

Um Comitê contra o Crime

28.01.2016

A iniciativa do governo é oportuna. O combate à violência não é papel apenas do aparelho policial, isoladamente.

ARTIGO

O governo contra-ataca

06.01.2016

Mas vejamos o que o auxílio-moradia realmente importa para o ajuste fiscal.

ARTIGO

O que nos dizem as prisões

26.11.2015

Para o cidadão de bem, se é partido A ou B, não importa. O que importa é que seja preso e punido quem usa do poder e das facilidades

ARTIGO

Governo quer dobrar o TCU

07.10.2015

O ministro do TCU que vem sendo bombardeado pelo governo e pelo PT já presidiu a Corte

ESPECIAIS

Editorial

Nada de PT, PMDB ou PSDB. Maior partido é o da JBS. Depois, o da Odebrecht.

25.05.2017

Na prática, tinham governos e governantes debaixo do braço. Como poderia ser diferente?

publicidade rsa8
PROCORDIS 2 recanto apaas paoecafe9 rsa4 honda6 Moreno Calçados 1 piauieletro Casa do Automóvel Bio Camisetas3 Alberto Lotação e Turismo4

JORNALISTA 292

Todos os artigos publicados, neste web site, são de inteira responsabilidade de seus autores, não refletindo obrigatoriamente a opinião do J292.

Desenvolvido por: Aroldo Santos – Soluções Web.