Publicidade  - hONDA4

OPINIÃO

Viagem para a morte

Zozimo Tavares   30/11/2011

O alto custo de uma carteira de habilitação inviabiliza o acesso de muitos motoristas e mototaxistas ao documento

O aumento da violência no trânsito e a truculência do Detran foram temas de discursos esta semana na Assembleia Legislativa. O primeiro assunto foi levado à tribuna pelo deputado João de Deus (PT). Segundo ele, a frota no interior do Estado cresceu quase o dobro da registrada na capital, entre 2007 e 2010, chegando a 300.670 veículos.

Ao mesmo tempo, aumentam no interior, significativamente, os acidentes com vítimas, em relação a Teresina, onde foi observada uma redução de 7,9%, entre 2009 e 2010. O deputado petista apresentou dados do Anuário Estatístido do Detran indicando que, nesse mesmo período, no Piauí, o crescimento dos acidentes com vítimas foi de 45,1%.

Para o deputado João de Deus, os dados são alarmantes e, por isso, ele quer formar uma comissão parlamentar especial, com representação das prefeituras, para atacar de frente um problema que termina por provocar mortes e superlotação nos hospitais. O parlamentar fortalece sua tese mostrando que, de 2009 a 2010, o número de vítimas fatais em Teresina cresceu 13,3% (135 para 153 mortos), enquanto no interior chegou a um aumento de 132,2% (passando de 143 para 332).

Já o deputado Robert Rios (PCdoB) lamentou a grande quantidade de pessoas vítimas de acidentes de trânsito e destacou que isso não justifica a violência das campanhas "policialescas" realizadas pelo Detran. Ele citou o caso de Piracuruca. Segundo o parlamentar, a cidade foi transformada numa praça de guerra.

"Era tiro pra todo lado, ambulância rasgando sirene, missa sendo interrompida, mulheres se desesperando, menino correndo e se escondendo, todo tipo de violência praticada pela Polícia do Piauí, que estava ali para reprimir a circulação de motos sem placas. O Detran virou uma instituição policialesca. Um verdadeiro batalhão de policiais armados. Hoje, dentro do Detran há uma verdadeira delegacia de polícia, que faz diligências no interior, amedrontando a população", criticou.

Os dois parlamentares não citaram em seus pronunciamentos, mas é oportuno acrescentar: muito do sangue derramado na violência do trânsito tem a ver com a sanha do Estado em arrecadar. O  alto custo de uma carteira de habilitação inviabiliza o acesso de muitos motoristas e mototaxistas ao documento. Sem a habilitação, milhares deles são jogados na clandestinidade. Dirigem sem a menor noção de como devam se conduzir no trânsito. E muitos, quando não põem a vida de terceiros em risco, viajam inevitavelmente para a morte.

Comentar Enviar por e-mail Imprimir

Comentários:

Não há comentários para a matéria no momento.

Envie um comentário para a matéria.
Origem da mensagem: 54.162.136.26









Visual CAPTCHA


O JORNALISTA 292 não se responsabiliza pelas mensagens postadas como comentário das notícias, sendo estas de sua inteira responsabilidade, podendo, quando julgar algum comentário inadequado, inativá-lo ou excluí-lo de sua base de dados. Salvo confirmação de seus dados informados.

Mais Notícias:

:: Incêndio criminoso destrói troféu de piauiense no Soletrando

:: Wellington autoriza melhorias para Vila Nova, Santa Cruz, Floresta e Dom Expedito Lopes

:: Homem sobe em torre de 80m e pede renúncia de Michel Temer

:: Fugitivos da Penitenciária de Parnaíba e Casa de Custódia são capturados

:: Mulher é presa e confessa ter matado marido com uma facada

:: Nada de PT, PMDB ou PSDB. Maior partido é o da JBS. Depois, o da Odebrecht.

:: Piauí cumpre mandados e monta barreiras durante Operação Brasil Mais Seguro

:: Parceiros realizam ação do Maio Amarelo na Praça do Marquês

:: Equipes do “Posso Ajudar” distribuem material informativo na Zona Sul e no centro

:: Escola Municipal Machado de Assis estimula leitura entre estudantes

:: Sobre a Uber, Firmino Filho foi enfático. “A prefeitura é obrigada a ser contra qualquer transporte clandestino"

:: PMT apóia passeio ciclístico para divulgação da Caminhada da Fraternidade

:: Concurso de Livros H. Dobal é lançado pela Prefeitura de Teresina e premiação é de R$100 mil

:: Meninas passaram mal ao tomar remédio oferecido por colega

:: PSB percorre municípios para discutir formação política

+ Brasil

ARTIGO

Violência entra na campanha

08.09.2014

A pesquisa mostra que, entre 2000 e 2010, a taxa de homicídios cresceu 119,5% em Teresina e 436,3% no interior.

ARTIGO

O governismo do PT

10.02.2012

A legenda tem crescido nas cidades pequenas e médias, mas acompanha com maior atenção o grupo de 118 municípios com mais de 150 mil eleitores (à exceção de Palmas, com 140.245),

OPINIÃO

Ensino reprovado

09.02.2012

A exemplo do que ocorre em outros rankings, alguns pequenos municípios se destacam, como Cândido Rodrigues, em São Paulo, e Cocal dos Alves, no Piauí.

ARTIGO

Por que Dilma não veio

06.02.2012

Desde o fechamento do aeroporto de Floriano, os aviões que vão para a região aterrissam e decolam em Jerumenha, num campo de pouso

ARTIGO

Carnaúba perde seu maior defensor

01.02.2012

Ser um homem de bem, dedicado à família, ao trabalho e aos amigos, foi sem dúvida o que o diferenciou entre seus contemporâneos e o fará viver na lembrança e na saudade

OPINIÃO

A luta contra as drogas

31.01.2012

O fechamento dos CSUs retirou da juventude opções saudáveis de lazer, esporte, cultura e convivência social.

OPINIÃO

Promotores abandonam investigação

25.01.2012

O subprocurador e os três promotores de Justiça decidiram ingressar, então, com ação em Brasília para impedir a transferência do caso para a polícia estadual

OPINIÃO

Reviravolta em Oeiras

23.01.2012

As últimas tiveram e as próximas terão dois filhos dos velhos caciques na disputa, um de cada. O povo, pelo visto, gosta! E a terra, como canta seu hino, segue invicta!

ARTIGO

Lição que não aprendemos

21.01.2012

Os personagens dessa história: Petrônio Portella, Pedro da Silva Ribeiro e Paulo Nunes. A escola é a Eurípides de Aguiar, no bairro Marquês

OPINIÃO

Burocrata em primeiro lugar

19.01.2012

Ora, e desde quando é proibido que os alunos da rede pública frequentem escola bem localizada e com boa estrutura?

ESPECIAIS

Editorial

Nada de PT, PMDB ou PSDB. Maior partido é o da JBS. Depois, o da Odebrecht.

25.05.2017

Na prática, tinham governos e governantes debaixo do braço. Como poderia ser diferente?

publicidade Kildary7
Kildary6 honda6 Alberto Lotação e Turismo4 recanto rsa4 paoecafe9 piauieletro Moreno Calçados 1 Camisetas3 apaas Casa do Automóvel PROCORDIS 2

JORNALISTA 292

Todos os artigos publicados, neste web site, são de inteira responsabilidade de seus autores, não refletindo obrigatoriamente a opinião do J292.

Desenvolvido por: Aroldo Santos – Soluções Web.